Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.
Tecnologia do Blogger.

sábado, 22 de julho de 2017

O que fazer se você se engasgar?

O que você faria caso se engasgasse e entrasse num processo de asfixia sem ninguém por perto para ajudar?
Muita gente já enfrentou esse problema.
O assunto não é nada agradável, mas é importante saber que medidas devem ser tomadas em situações difíceis como essa.
Quem nunca sentiu uma obstrução nas vias aéreas, sendo impedido de falar, tossir e respirar?
Isso acontece quando há uma falha na hora de engolir a saliva.
Outra situação comum é se engasgar com algum alimento.
Neste caso, a tosse é uma reação espontânea do corpo para expulsar o que está incomodando, mas, às vezes, precisamos de mais um “empurrãozinho”.
Neste post, você vai aprender alguns passos para acabar com a asfixia em caso de engasgo.
A primeira medida que deve ser tomada, antes de tudo é manter a calma.
Veja o vídeo abaixo, em que o bombeiro e paramédico Jeff Rehman, do Colorado, Estados Unidos, ensina todo o passo a passo.
Em seguida, leia e siga as instruções:

1. Fique de joelhos com a ponta dos dedos tocando no chão.
 
2. Feche as mãos em forma de punho, como se tivesse empurrando o chão.
3. Levante os dois braços ao mesmo tempo, o que fará seu corpo cair, colocando o ar para fora.
 
Observação: o movimento força o abdome contra o chão, o que é permanentemente proibido às grávidas.
 
Este é o procedimento para quando você estiver sozinho.
No entanto, se puder ajudar outra pessoa que se engasgou e está sem poder respirar, procure fazer a manobra de Heimlich.
Esta é uma técnica comum de primeiros socorros, pois é muito eficaz.
Basta abraçar a vítima por trás, pressionando o diafragma e provocando uma tosse.
O movimento das suas mãos deve ser no abdome, acima do umbigo, direcionado para dentro e para cima, até que a pessoa se sinta melhor.
Veja o vídeo para ficar mais claro:
A explicação é do tenente-coronel Edson Marconni, do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.

É simples, não é?
É muito importante saber esta técnica, pois ela pode salvar vidas.
Por fim, para evitar asfixia por engasgo, você deve:
- Comer devagar
- Ingerir pedaços pequenos de alimentos
- Mastigar bem
- Evitar balas muito duras e chicletes.
E se o engasgo for em um bebê?
Clique AQUI e saiba o que fazer.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

8 bebidas naturais que ajudam a baixar a glicose

Se você tem diabetes, é muito importante saber controlar o açúcar no sangue.
E nada melhor do que fazer isso de forma natural, não é?
Há algumas bebidas que ajudam bastante, mas você deve consultar seu médico antes de começar o tratamento.
Aprenda agora a receita de oito bebidas que ajudam a regular o açúcar no sangue:
1. Babosa e cacto palma (muito comum no Nordeste)
INGREDIENTES

1 folha de babosa (apenas o gel que você vai extrair dessa folha)
1 folha de cacto palma
2 litros de água
MODO DE PREPARO
Coloque a água para esquentar.
Em seguida, adicione o gel da babosa e o cacto palma, deixando ferver por cinco minutos.
Feito isso, coe a mistura e beba um copo por dia.
2. Aveia e canela
1 copo de farinha de aveia (100 gramas)
2 litros de água
1 colher (sopa) de canela(observe se é pura, se não contém açúcar)
MODO DE PREPARO
Coloque a aveia na água por 12 horas.
Depois coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata.
Beba uma xícara por dia, antes de cada refeição.
Essa receita também é boa para dar uma sensação de saciedade e regular o metabolismo do corpo.
Se for hipertenso, faça sem canela.
3. Camomila e canela em pó
1 copo de água (250 ml)
1 colher (chá) de flores de camomila
1/2 colher (chá) de canela em pó (ou em pau)
MODO DE PREPARO
Coloque a água para ferver e adicione a camomila e canela.
Feito isso, deixe ferver por mais três minutos.
Em seguida, deixe descansar por mais dez minutos.
Você deve beber um copo por dia, pela manhã, ainda em jejum.
4. Gergelim e leite de coco
INGREDIENTES

200 gramas de sementes de gergelim
1 litro de leite de coco natural
MODO DE PREPARO
Coloque as sementes de gergelim em uma panela quente e deixe cozinhar em fogo médio até dourar.
Depois triture o gergelim torrado até formar um pó homogêneo.
Feito isso, dissolva o ingrediente no leite de coco e tome uma taça diariamente.
5. Chá de canela
2 paus de canela
1 litro de água
MODO DE PREPARO
Aqueça a água e deixe ferver.
Depois adicione a canela e deixe em fogo baixo por mais cinco minutos.
Passado esse tempo, desligue o fogo, coe e beba três copos diariamente.
Importante: hipertensos não devem consumir esta bebida.
6. Água de quiabo
INGREDIENTES

4 a 6 quiabos
200 mL de água.
MODO DE PREPARO
Corte os quiabos no meio, descartando as pontas, e ponha-os num copo d'água.
Tampe o copo.
Deixe de molho durante a noite.
Na manhã seguinte, retire os quiabos e beba a água.
De preferência, tome essa água em jejum e espere meia hora para comer ou beber.
A água de quiabo também é ótima para limpar os rins (cálculos renais) e combater a asma.
7. Chá Verde
Meia colher (sopa) de chá verde (ou um saquinho de chá)
1 copo de água (250 ml)
MODO DE PREPARO
Aqueça a água e deixe ferver.
Depois adicione a erva.
Espere 15 minutos e tome.
Beba um copo desse chá todos os dias.
8. Chá de eucalipto
INGREDIENTES

1 folha de eucalipto
1 copo de água (250 mL)
MODO DE PREPARO
Ferva a água.
Acrescente a folha de eucalipto.
Deixe apurar por cerca de 20 minutos.
Beba uma xícara desse chá todos os dias, até se sentir melhor.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/05/2017/8-bebidas-naturais-para-voce-baixar-rapidamente-o-acucar-no-sangue

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Conheça as propriedades da Amora Branca

Esta fruta é cada vez mais procurada porque combate o Diabetes, normaliza a pressão e ajuda a perder peso!
Uma fruta especial que tem um efeito tão bom quanto alguns medicamentos para diabetes e pressão alta.
Na verdade, poderíamos afirmar que a grande maioria das frutas podem ser tão boas para algum tipo de problema de saúde como um remédio farmacêutico.
O problema é que muitas vezes desconhecemos os benefícios e as propriedades medicinais dos alimentos, que acabam passando despercebidos.
Felizmente não é o caso da fruta protagonista desta matéria: a amora branca.
Para quem não conhece, essa delícia é nativa da China.
Na colonização, chegou aos Estados Unidos e logo se espalhou para outras partes do mundo.
A amora branca é rica em ácidos orgânicos, vitamina C, fibra dietética, resinas, betacaroteno e pectina.
Mas não para por aqui!
Ela é tão maravilhosa que evita que o açúcar seja processado pelo trato intestinal.
O que isso significa?
Que a glicose é absorvida pela corrente sanguínea lenta e gradualmente.
Com as propriedades antioxidantes da amora branca, podemos combater:
- Febre
- Inflamação
- Dor na cabeça
- Tosse
- Amidalite
- Diarreia
Se você consumir a fruta regularmente, poderá melhorar a saúde do coração, prevenir problemas cardiovasculares e até regular o colesterol.
A Universidade do Texas publicou um estudo recentemente sobre a amoreira branca.
E, para a alegria de todos, a fruta dessa incrível árvore é rica em fenol natural, que é tão bom quanto resveratrol, um antioxidante presente nas uvas que é excelente para combater câncer e doenças cardíacas.
E tem mais!
A pesquisa comprovou que ela ajuda a reduzir o açúcar no sangue, prevenindo obesidade, diabetes e inflamações.
Não sabe onde conseguir amora branca?
Você pode fazer um maravilhoso chá de amora branca, que é vendido em lojas de produtos naturais.
Veja como se prepara:
INGREDIENTES
1 colher (sopa) de folha de amora branca (pode ser o sachê)
500 ml de água
MODO DE PREPARO
Coloque a água para ferver e, quando entrar em ebulição, adicione as folhas de amora branca.
Espere mais uns dois minutos e desligue o fogo.
Deixe descansar por dez minutos.
Beba duas xícara por dia, a hora que desejar.
Este chá também é excelente para o controle do peso e para as mulheres na menopausa.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Como produzir Kefir em casa

Você sabe o que é kefir? É um alimento probiótico que ajuda a melhorar a digestão.
Muitas pessoas infelizmente ainda não sabem e nunca tomaram esta extraordinária bebida.
Kefir é um probiótico produzido pela fermentação do leite.
Ele possui um aspecto semelhante ao Iogurte, mas o seu valor nutricional e terapêutico é muito superior.
Ele tem origem nas montanhas do Cáucaso, onde foi descoberto e é feito há séculos.
A palavra kefir é derivada do turco keif, que pode ser forçosamente traduzido como bom sentimento ou sentir-se bem.
O kefir contém leveduras benéficas como as Saccharomyces kefir e Torula kefir, que eliminam as leveduras patogênicas (prejudiciais) presentes no organismo.
O kefir pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite (vaca, cabra ou ovelha, soja, coco ou arroz).
Também existe o kefir de água, cujos grãos são diferentes dos de leite.
A bebida pode ser preparada em casa, adicionando os grãos de kefir no leite.
O líquido fermenta em aproximadamente 24 horas, a uma temperatura de 18-30ºC.
Depois deste período, o leite deve ser coado e os grãos do kefir são adicionados a outro leite, fazendo assim de forma cíclica, por tempo indeterminado.
Os benefícios do consumo de kefir são inúmeros, mas os principais são:
- Incrementa o valor biológico das proteínas do leite
- Sintetiza o ácido láctico, o que diminui a intolerância à lactose e favorece a digestibilidade do leite mesmo para pessoas que sejam sensíveis ao leite de vaca
- Sintetiza vitaminas do complexo B
- Aumenta a resistência a infecções
- Fortalece o sistema imunológico (já foi usado, com sucesso, para ajudar pessoas que sofrem de aids, câncer e herpes)
- Acalma o sistema nervoso e, por isso, beneficia muitas pessoas que sofrem de depressão, distúrbios do sono, entre outros problemas
- Restabelece e equilibra a flora intestinal – elimina dos intestinos as bactérias e leveduras prejudiciais, e aumenta a população bacteriana benéfica e protetora
- Regula a flora intestinal, podendo ser usado tanto em casos de obstipação quanto em diarreia; reduz a flatulência e melhora de forma geral todo o sistema digestivo
- Diminui o colesterol ruim
O efeito de “limpeza” que o kefir exerce em todo o corpo ajuda a estabelecer o equilíbrio do ecossistema interno, permitindo uma ótima saúde e aumento da longevidade.
Como produzir kefir
Antes de tudo, você tem de conseguir as sementes.
Essas sementes normalmente são doadas.
Pesquise no Google e você encontrará pessoas que doam.
No Facebook, há uma fan page em que as pessoas trocam informações sobre doações de sementes de kefir.
Eis o endereço: https://www.facebook.com/KEFIR.alimento.probiotico
Depois de conseguir as sementes, você já pode preparar o kefir.
Você pode produzir kefir de leite de vaca, de leite de coco, de água...
A preferência é sua.
Mas é preciso ter o kefir específico para cada uma dessas opções.
Ou seja, com os grãos usados para produzir kefir de leite de vaca, você não deve produzir o kefir de água.
Entendeu?
Então, agora aprenda a produzir o kefir mais comum, o de leite de vaca:
INGREDIENTES
1 a 2 colheres (sopa) de grãos do kefir
Vasilhame não metálico com tampa e capacidade para conter o leite e ainda sobrar espaço (cerca de 1/4)
1 recipiente não metálico com a boca larga para coar e armazenar o kefir
1 a 2 copos de leite fresco (pode ser integral, desnatado, semidesnatado, pasteurizado, homogeneizado ou recém-tirado da vaca ou cabra.
MODO DE PREPARO
Coloque os grãos de kefir e o leite no vasilhame não metálico (certifique-se de não encher mais de 3/4 do vasilhame).
Tampe o vasilhame (pode ser tampa frouxa ou hermética) e deixe-o à temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas ou até que o leite coalhe ou forme-se soro (kefiraride).
Coloque em um armário onde não bata luz solar direta.
Se for possível, de vez em quando (pode ser uma vez a cada duas horas), dê uma chacoalhada no vasilhame, para certificar-se de que os grãos estarão sempre em contato com o leite.
Despeje o conteúdo numa peneira não metálica e coe o kefir em um recipiente também não metálico.
O que você coou é kefir pronto para o consumo.
A bebida fermentada pode ser conservada na geladeira, mas os grãos não.
Por isso, lave o vasilhame onde os grãos estavam fermentando e repita o processo, adicionando mais leite fresco aos grãos (cuidado - se você utiliza água quente na lavagem do vasilhame, espere-o esfriar antes de depositar os grãos nele).
O kefir deve ser consumido de manhã e à noite diariamente.
Ele pode substituir uma refeição, pois é muito nutritivo.
Ah, se você tiver grãos de kefir, avise nos comentários deste post lá no Facebook.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores