Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.
Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Esta é a chave para fortalecer a cartilagem, os ligamentos e os joelhos

Você sofre com dores nos joelhos?
Só quem teve inflamação ou lesão nessa parte do corpo sabe o quanto é ruim o incômodo na hora de caminhar, pular, levantar ou fazer qualquer outro movimento com as pernas.
A situação, às vezes, é tão séria que muita gente acaba largando o esporte preferido por não conseguir suportar a dor.
E as cirurgias são complicadas e nem sempre resolvem o problema.
Trouxemos uma receita que com certeza ajudará no tratamento.
Afinal, com dor não é possível ter a qualidade de vida que tanto prezamos.
Trata-se de uma bebida à base de amêndoas, abacaxi, canela e aveia.
Ela é muito rica em nutrientes, como vitamina C, magnésio, silício e bromelina, que são encontrados no abacaxi.
A bromelina tem propriedade anti-inflamatórias e, por isso, ajuda a reduzir dores musculares e articulares, especialmente as causadas por intensa atividade física.
Além disso, o abacaxi é rico em vitamina C, que auxilia na prevenção de várias doenças dos ossos e tem propriedades anti-inflamatórias.
E também possui manganês, que ajuda os ossos, o metabolismo de gorduras e carboidratos, assim como a absorção de cálcio e a regulagem do açúcar no sangue.
Esta receita, em resumo, vai fortalecer os tendões e os ligamentos dos joelhos.
E, como consequência, vai ajudar a aliviar a dor e outros problemas localizados nessa parte do corpo.
INGREDIENTES
250 ml de água
1 xícara de flocos de aveia
40 gramas de mel
2 xícaras com pedaços de abacaxi em cubos
1 copo de suco de laranja
Meia colher (chá) de canela em pó
40 gramas de amêndoas esmagadas
MODO DE PREPARO
Ferva a água e acrescente a aveia durante o cozimento , sem parar de mexer.
Espere esfriar.
Em seguida, prepare um suco - bata, no liquidificador, o abacaxi, o mel, as amêndoas, o suco de laranja e a canela.
Feito isso, misture o mingau ao suco e bata de novo no liquidificador.
Tome imediatamente.
Se quiser, coloque alguns cubos de gelo.
Importante: hipertensos devem fazer sem a canela em pó.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2017/esta-e-chave-para-voce-fortalecer-cartilagem-os-ligamentos-e-os-joelhos

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Veja o que uma simples fatia de mamão pode fazer por sua saúde e beleza se você consumí-la todos os dias!

O mamão é rico em papaína, uma enzima muito útil nos casos de dificuldade de digerir alimentos.
Quando maduro, é digestivo, diurético, emoliente, laxante, refrescante.
Ele é rico em vitaminas e minerais, tendo cota generosa de vitamina, vitaminas do complexo B e rico teor de vitamina C.
Do mamão, aproveita-se tudo.
Veja:
Flores do Mamoeiro Macho: As flores têm grande aplicação como remédio para combater a rouquidão, a tosse, a bronquite, a traqueíte, a laringite.
Coloca-se um punhado de flores, com um pouco de mel, numa panela ou vasilha resistente à água fervente.
Deita-se por cima um copo de água a ferver.
Tampa-se bem.
Deixa-se esfriar.
Toma-se às colheradas, de hora em hora.
Sementes: Muitos sabem que a semente do mamão é um bom vermífugo, mas ignoram que ela tem igualmente outras aplicações na medicina doméstica.
Afirma-se que as sementes comidas em certa quantidade são recomendadas contra o câncer e proveitosas contra a tuberculose.
Umas 10 ou 15 sementes frescas, bem mastigadas, favorecem eficazmente a excreção da bile, atuam contra as enfermidades do fígado e limpam o estômago.
As sementes secas e moídas, em cozimento, constituem um bom carminativo, um magnífico emenagogo e um vermífugo de primeira ordem.
Contra os vermes intestinais, emprega-se, de uma só vez, uma colherinha ou mais de sementes moídas, misturadas com mel de abelha.
Repete-se a dose duas ou três vezes por dia.
Raízes: As raízes do mamoeiro, em decocção, são um tônico para os nervos e um remédio para as hemorragias renais.
Também combatem vermes.
Cozinha-se um punhado em uma ou duas xícaras de água, adoça-se com mel, e toma-se durante o dia.
Folhas: As folhas do mamoeiro têm aplicação no preparo de um chá digestivo, que pode ser dado livremente às crianças.
Nos Estados Unidos, as folhas verdes do mamoeiro costumam ser secadas e reduzidas a pó e empregadas na confecção de remédios digestivos.
O suco leitoso extraído das folhas oferece excelentes propriedades vermífugas e tem também utilidades terapêuticas como digestivo.
Em diversos lugares, os nativos o usam para tratar eczemas, verrugas, úlceras, chagas.
Resumo das propriedades medicinais
Acidez: Fazer refeições só de mamão. Mastigar algumas sementes.
Anginas: Cataplasma local com a polpa do mamão miúdo e ácido.
Asma: Proceder como indicado em diurese.
Bronquite: Proceder como indicado em rouquidão ou em gripe.
Calos: Aplicar no local o “leite” do mamão, de preferência o “leite” das folhas.
Câncer: Comer em jejum, mastigando, 15 sementes de mamão. Após as refeições, comer cerca de 10 sementes. E são necessários outros cuidados específicos.
Chagas: Proceder como indicado em feridas.
Constipação intestinal: Ver laxante.
Difteria: Além dos cuidados médicos indispensáveis, pingar na garganta, frequentemente, gotas do látex diluído em um pouco de água; gargarejar com esse líquido.
Distúrbios da Digestão: Proceder como indicado em estômago.
Dispepsia: Proceder como indicado em estômago.
Diurese: Recomenda-se fazer refeições exclusivas de mamão ou de suco de mamão. Comer, juntamente, algumas sementes.
Eczemas: Proceder como indicado em feridas.
Eructações: Ver flatulência.
Estômago: Recomenda-se usar mamão maduro em abundância e fazer, esporadicamente, refeições exclusivas desta fruta. Mastigar umas 10 ou 15 sementes de mamão por dia.
Feridas: Aplicar no local o “leite” extraído das folhas.
Doenças do Fígado: Mastigas umas 10 ou 15 sementes de mamão após o almoço.
Flatulência: Proceder como indicado em estômago. Depois de secas, moer as sementes. Preparar um decocto com o pó, filtrar, e tomar morno meia xícara após as refeições.
Gastrite: Ver estômago.
Gripe: Infusão das flores do mamoeiro-macho com um pouco de mel. Tomar 2 a 3 xícaras por dia, mornas.
Icterícia: Proceder como indicado em diurese.
Desordens do Intestino: Proceder como indicado em estômago.
Laringite: Proceder como indicado em rouquidão.
Laxante: Fazer refeições exclusivas de mamão, de preferência no desjejum. Comer, juntamente, algumas sementes.
Nervos/ estresse: Picar a raiz do mamoeiro e cozinhar. Tomar duas ou três vezes ao dia.
Para a beleza, ou manchas e rugas da pele: Massagear diariamente a pele com mamão maduro.
Inchações e inflamações dos Pés: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Aplicar, pulverizado e misturado em um pouco de água e sal, na forma de cataplasma, sobre o local.
Prisão de ventre: Proceder como indicado em laxante.
Doenças respiratórias: Proceder como indicado em tosse.
Reumatismo: Secar a polpa em um desidratador ou forno. Pulverizar e preparar um decoto com esse pó. Filtrar e tomar 3 a 4 vezes por dia.
Rouquidão: Infuso das flores com um pouco de mel. Tomar uma colher de sopa de hora em hora.
Tosse: Picar bem o mamão, misturar com um pouco de mel, levar ao forno. Tomar o xarope que se forma cada vez que a tosse se manifestar. Proceder também como indicado em rouquidão ou em gripe.
Traqueíte: Proceder como indicado em rouquidão.
Tuberculose: Proceder como indicado em tosse. Comer regularmente após o almoço umas dez sementes de mamão.
Úlceras: Proceder como indicado em feridas.
Verminoses: Dissolver 15 gramas (ou uma e meia colher de sopa do suco leitoso do mamão (látex ou “leite”) em meia xícara de água adoçada com mel. O “leite” extraído das folhas é melhor.
Meia hora depois, tomar purgante de óleo de rícino com suco de limão.
Ou moer as sementes secas, preparar um chá com este pó e tomar meia xícara em jejum.
Ou misturar as sementes pulverizadas com mel de abelhas e tomar três colheres de sopa ao dia.
Ou preparar um decocto das raízes do mamoeiro, adoçar com mel e tomar três xícaras por dia.
Ou tomar o chá das folhas do mamoeiro.
Pode-se experimentar cada um desses procedimentos alternadamente.
Verrugas: Proceder como indicado em calos.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/10/2016/veja-o-que-uma-simples-fatia-de-mamao-pode-fazer-por-sua-saude-e-beleza-se-voce-consumi

terça-feira, 25 de abril de 2017

Conheça os benefícios do Rabanete para sua saúde

Você gosta de rabanete?
Se não come rabanete com frequência, não sabe o que está perdendo.
O rabanete é ótimo para a saúde de órgãos como:
- Fígado
- Vesícula biliar
- Tireoide
- Aparelho digestivo
Além disso, tem propriedades maravilhosas, capazes de rejuvenescer os tecidos da pele.
Para que você tenha conhecimento do poder desse vegetal, separamos alguns de seus benefícios:
1. É ótimo para a digestão, pois ajuda o corpo a absorver nutrientes, eliminar toxinas e excesso de resíduos.
2. Melhora a saúde do fígado, tratando hepatite e dissolvendo cálculos biliares
3. Acaba com a sensação de peso no estômago
4. Combate sinusite e melhora a respiração
5. Trata constipação e regula a flora intestinal
6. Combate colesterol ruim, triglicerídeos e excesso de peso
7. É um poderoso depurativo
8. Dissolve cálculos renais e pedras nos rins (ensinaremos a receita)
9. Ajuda a controlar a glicemia
10. Ajuda no funcionamento da glândula tireoide, que regular o metabolismo do corpo, pois é rico em iodo.
11. Ajuda a tratar hipotireoidismo
12. Reduz a oxidação de gorduras e evita o desgaste precoce das células e tecidos.
13. Melhora a circulação sanguínea
14. Combate a anemia, artrite, câncer de cólon, ciática e câncer nos rins
15. Cuida de alergias infantis
Agora que você já sabe as inúmeras vantagens do rabanete, aprenda duas receitas especiais:
INGREDIENTES

4 ou 5 rabanetes em fatias finas
O suco de dois limões
MODO DE PREPARO
Bata tudo no liquidificador e beba ainda em jejum.
Faça isso durante 20 dias.
Esta receita é ótima para eliminar pedras nos rins, além de ajudar a tratar problemas no fígado.
Durante o tratamento, beba no mínimo 2 litros de água por dia.
A receita a seguir também é muito boa, especialmente para combater sinusite, bronquite e artrite.
Veja:
INGREDIENTES

4 rabanetes
1 pedaço de gengibre
1/2 copo de mel
O suco de 4 limões
MODO DE PREPARO
Misture os ingredientes no liquidificador até obter uma pasta grossa.
Feito isso, coloque a mistura num recipiente de vidro e tome uma colher desta preparação de 3 a 4 vezes por dia.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2017/com-isto-voce-pode-recuperar-seu-figado-vesicula-rins-e-tireoide

Aprenda a fazer o mais prático fogão a lenha de todos os tempos

Se você necessita desesperadamente de um fogão, mas não têm acesso à gás ou eletricidade, você vai adorar essa ideia. O canal do Youtube desertsun02 gravou um vídeo super legal mostrando como fazer o seu próprio fogão utilizando apenas quatro blocos de concreto!
Este projeto é muito simples e você pode reciclar blocos de cimento antigos facilmente encontrados em resto de construção.
Essa pode ser a melhor ideia pra sua próxima viagem para acampar, basta pegar 4 blocos de concreto, algumas varas, dois galhos e aproveitar o mais prático e econômico fogão para cozinhar sem gás ou eletricidade de todos os tempos.
Confira o vídeo abaixo:
 
Fonte:http://engenhariae.com.br/viral/aprenda-a-fazer-o-mais-pratico-fogao-a-lenha-de-todos-os-tempos/

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Pitaia chama a atenção de quem deseja ter uma dieta saudável e variada

 Ela também é conhecida como fruta-do-dragão, por causa da textura de sua casca, que lembra as escamas dessa criatura mitológica. A pitaia chama a atenção pelas cores vibrantes e pelo aspecto diferente. A fruta já é conhecida há alguns anos, mas encontrá-la por aqui nem sempre é fácil. Com o passar do tempo, ela se popularizou e despertou a curiosidade de consumidores e produtores. Apesar de ser uma fruta originária da América Central, mais precisamente do México, a pitaia já está sendo cultivada no Brasil.
Existem algumas variedades de espécies e tonalidades diferentes da fruta. Entre as mais comuns estão as de casca vermelha e polpa branca; as de casca amarela com polpa branca; as de casca e polpa vermelhas, além da pitaia-do-cerrado. A de casca vermelha com polpa branca é a mais cultivada e comercializada, no entanto. A pitaia-do-cerrado é encontrada principalmente na Região Central do Brasil e é um pouco menor do que as outras. Ela tem sabor levemente adocicado, que se assemelha ao do kiwi e ao do melão. É considerada uma fruta pouco ácida, com baixo teor de proteínas e de lipídios. Além disso, tem baixo valor energético – aproximadamente 54kcal a cada 100 gramas. Nutricionalmente, a fruta-do-dragão é uma opção riquíssima: tem alto teor de água, vitaminas, minerais e compostos bioativos, principalmente antioxidantes, além de ser uma boa fonte de fibras. “Devido à quantidade de fibras, a pitaia proporciona uma sensação de saciedade, o que é uma vantagem para quem busca controlar o peso”, explica a nutróloga Melissa Chaves. A fruta ainda oferece uma variedade de nutrientes e fitoquímicos, entre eles vitamina C, ácido linoleico, cálcio, manganês, cromo e potássio. 
NOVOS SABORES
Para a nutróloga, a pitaia é ideal para quem quer variar a dieta e experimentar novos sabores. Porém, a médica não considera que seja um superalimento como tem sido apresentada. A nutricionista Mariana concorda e acrescenta que não existem milagres e a pitaia não pode ser vista como uma fruta que emagrece. “Os alimentos atuam em sinergia no nosso organismo, sendo de extrema importância o acompanhamento com um nutricionista capacitado, para avaliar a inclusão do fruto na dieta, respeitando a individualidade bioquímica de cada um”, defende a especialista.
Também é importante prestar atenção à conservação do fruto. Por ter um alto teor de umidade, tem uma vida curta “de prateleira” e pode se deteriorar com facilidade quando conservada à temperatura ambiente. “É interessante armazená-la sob refrigeração, para aumentar sua durabilidade e preservar suas características sensoriais e nutricionais”, afirma a nutricionista. 
O poder da pitaia
» Ajuda a controlar a glicemia
» Anti-inflamatória
» Antioxidante (principalmente as de casca vermelha): combate os radicais livres no organismo, auxiliando na proteção celular e prevenindo contra o surgimento de doenças e o envelhecimento precoce
» Cicatrizante
» Atua no controle da pressão arterial
» Auxilia a digestão
» Previne o câncer, devido à sua capacidade antiproliferativa
» Ação protetora contra úlceras e acidez estomacal
» Diurética » Neutraliza substâncias tóxicas no organismo, como os metais pesados
» O óleo da semente da pitaia tem uma leve ação laxante e ajuda a reduzir os níveis de colesterol total e o LDL no organismo, além de conter ômega 3 em sua composição, que age na prevenção de doenças cardiovasculares
» Sua flor é muito usada para tratar problemas renais
Sirva-se dela
O uso da pitaia na culinária, no entanto, é bem diversificado e vai além do consumo da fruta in natura. Ela pode ser usada para fazer sucos, polpas, sorvetes, geleias e doces. A nutricionista Mariana Prado, por exemplo, sugere fazer um creme. “É uma forma rápida e saudável de experimentar o fruto. O creme de pitaia é uma preparação rica em fibras, vitaminas, minerais e gorduras boas, que promove a sensação de saciedade.”

Fonte da matéria:http://www.uai.com.br/app/noticia/saude/2017/04/24/noticias-saude,205596/pitaia-chama-a-atencao-de-quem-deseja-ter-uma-dieta-saudavel-e-variada.shtml
Fotos: Arnaldo Silva

Asma, Tosse, Anemia, Pressão Alta...- Saiba como aproveitar os incríveis benefícios da Flor da Bananeira!

Mal se ouve falar no consumo da flor da banana, também conhecida como mangará ou coração da banana.
Por isso poucos sabem que ela é incrivelmente saudável.
Neste post, vamos dar uma força para popularizar o consumo da flor da banana.
Para começar, vamos falar de alguns benefícios dela, que pode:
- Curar úlceras
- Curar anemia
- Fortalecer o útero
- Combater a prisão de ventre
- Controlar o ciclo menstrual
- Melhorar a função dos rins
- Reduzir a pressão arterial
- Ajudar na saúde das mães que amamentam
- Ajudar na saúde de diabéticos
Muito bom, não é?
E como consumir a flor da banana?
Existem ótimas receitas naturais com ela.
Uma delas é excelente para tratar asma, tose e outras doenças respiratórias.
Aprenda:
INGREDIENTES

1 coração de bananeira bem lavado
4 fatias de abacaxi em rodelas finas
3 beterrabas descascadas e picadas
1 xícara (chá) de mel puro
4 colheres (sopa) de açúcar mascavo
MODO DE PREPARO
Coloque numa vasilha as fatias de abacaxi, a beterraba picada, o coração da banana e o açúcar mascavo.
Coloque uma peneira sobre a vasilha e despeje o mel.
Deixe escorrer e descansar por 12 horas.
Pegue o melado que se formou e ferva em fogo médio, durante 20 minutos.
Espere esfriar e coloque-o no recipiente de vidro para levar à geladeira.
Tome uma colher (sopa) a cada oito horas durante os períodos de crise.
Ainda não acabou.
Aprenda a fazer um delicioso prato com a flor da banana:
INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de semente de mostarda
1 colher (sopa) de cebola (picada)
1 colher (sopa) de pimentão (picado)
Sal a gosto
1 pitada de curry
Coentro (picado)
1 pitada de açafrão-da-terra (cúrcuma) em pó
MODO DE PREPARO
Coloque o azeite numa panela e acrescente as sementes de mostarda.
Feito isso, espere que ela esquente para, em seguida, colocar a cebola e o pimentão, que devem ser fritados.
Por fim, coloque a flor da banana na mistura.
Para dar um sabor especial, acrescente um pouco de sal, curry, coentro e açafrão.
Já dá para imaginar a delícia, não é?
Acrescente um pouco de água e tampe a panela e deixe passar alguns minutos.
E pronto!
O seu delicioso refogado de flor da banana já pode ser consumido.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/10/2016/asma-tosse-anemia-pressao-alta-saiba-como-aproveitar-os-incriveis-beneficios-da-flor-da

Batata frita crocrante, sem nenhuma gota de óleo - e tão fácil de preparar!



A batata-inglesa é um tubérculo nativo da América do Sul, mas atualmente é cultivada em várias regiões do mundo.
Ela pode ser preparada de diversas formas, como batata assada, batata recheada, batata cozida, entre outros.
Mas certamente a forma mais conhecida e apreciada é a famosa "batata frita".
Este delicioso prato é um dos mais populares no mundo.
Não por acaso, trata-se do mais consumido em várias lanchonetes fast food.
É realmente muito difícil resistir à tentação da batata frita, como o seu gosto, aroma e crocância maravilhosos.
Infelizmente, este saboroso prato é prejudicial para a saúde, devido à quantidade de óleo que se usa no seu preparo.
Mas calma!
Se você cuida da sua saúde e se preocupa com suas artérias, não precisa parar de comer batata frita.
Este artigo vai lhe dar um motivo para você ficar muito feliz.
A receita abaixo vai lhe mostrar como preparar uma deliciosa batata frita sem usar uma gota de óleo, margarina ou manteiga.
Assim, você poder continuar consumindo este prato saboroso sem o risco de entupir suas veias com gordura.
Veja como é simples:
INGREDIENTES

5 a 7 batatas médias
2 claras de ovo
Pimenta-do-reino a gosto
Cúrcuma/açafrão-da-terra a gosto
Sal a gosto
MODO DE PREPARO
Primeiro você precisa descascar as batatas e cortá-las em pedaços pequenos de 1 cm de espessura.
Então você vai bater as claras até formar uma espuma, em ponto de neve, como se diz.
Acrescente o sal, a pimenta e a cúrcuma/açafrão e misture.
Coloque as batatas cortadas em uma tigela e jogue sobre elas a preparação com as claras.
Misture.
Preaqueça o forno a 200-220 graus Celsius.
Depois leve as batatas ao forno por cerca de 7 a 10 minutos.
Mas o melhor indicador é a cor: quando as batatas adquirirem um tom marrom-dourado, pode tirá-las do forno
Pronto, você já pode comer uma deliciosa batata frita caseira com 0% de óleo.
Se quiser, coma assim mesmo.
Ou acrescente uma saladinha para ficar ainda mais saudável.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/11/2016/batata-frita-crocante-sem-nenhuma-gota-de-oleo-e-tao-facil-de-preparar

domingo, 23 de abril de 2017

10 utilidades surpreendentes da Coca-Cola

Você bebe Coca-Cola?
Uma delícia, não é?
A Coca-Cola é o refrigerante mais vendido no mundo.
E a segunda palavra mais falada no planeta, atrás de "olá".
Em muitos lugares ao redor do mundo, comprar uma Coca-Cola é ironicamente menos dispendioso e mais fácil do que o acesso à água limpa.
A fórmula da Coca-Cola é um segredo guardado a sete chaves.
Faz anos que não bebemos Coca-Cola.
Aliás, nenhum refrigerante.
É que, para nós, esse tipo de bebida não é nem um pouquinho saudável.
Mas de vez em quando compramos Coca-Cola para usos domésticos.
Sabia que a Coca-Cola é ótima para desentupir o vaso sanitário?
Não por acaso, na nossa casa, as garrafas de Coca-Cola ficam no armário de produtos de limpeza.
É tão curioso isso que, quando vemos uma pessoa bebendo Coca-Cola, pelo fato de esta bebida ficar no armário de produtos de limpeza, na nossa mente forma-se a imagem de uma pessoa bebendo detergente.
É que é isso que a Coca-Cola é para nós, um bom produto de limpeza.
Enfim, esta bebida, no quesito limpeza, tem mil e uma utilidades.
Selecionamos dez delas.
Leia todas e veja se vale a pena continuar bebendo Coca-Cola ou se é melhor fazer como nós: transferi-la para o armário de produtos de limpeza.
1. Elimina ferrugem - com o uso de tecido embebido em Coca-Cola ou uma esponja.Também solta parafusos enferrujados.
2. Elimina manchas de sangue em tecidos.
3. Limpa manchas de óleo no piso de garagem - coloque Coca-Cola sobre a mancha, espere um pouco, e lave com a mangueira.
4. Limpa panelas queimadas - deixe a panela de molho na Coca-Cola e depois enxágue.
5. Limpa manchas de difícil remoção em chaleiras (mesmo método das panelas queimadas)
6. Limpa metais - deixar moedas antigas de molho em Coca-Cola vai remover manchas e deixá-las com aspecto de novo.
7. Remove manchas na louça.
8. Limpa piscinas - tem uma piscina suja?
Com duas garrafas de 2 litros de Coca-Cola você vai deixá-la superlimpa.
9. Remove manchas de caneta no tapete: aplique Coca-Cola e, em seguida, limpe com água e sabão.
10. Desentope o vaso sanitário - derrame Coca no vaso, deixe por um tempo e, depois, dê descarga.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/02/2017/10-utilidades-surpreendentes-da-coca-cola-que-vao-fazer-voce-mudar-forma-de-consumi-la

sexta-feira, 21 de abril de 2017

7 Benefícios do Pequi para a saúde

Pequi ou Souari Nut (Caryocar brasiliense) é uma fruta brasileira, de cor amarela, e tem um cheiro e sabor forte. Fruto de Pequi é uma refeição muito popular em Minas Gerais, em especial no Norte de Minas, Mato Grosso do Sul e Goiás e pode ser comido sozinho ou com outros alimentos.(foto acima de Luiz Filipe)
Pequi tem sido usado por brasileiros como um adicional nutritivo durante anos na preparação de alimentos e às bebidas de sabor, ou simplesmente comido cru como um lanche. O óleo de Pequi, o qual é extraído do fruto, também é utilizada como um óleo de cozinha. O Pequi com arroz e frango é especialmente popular. Um óleo extraído das sementes de pequi também é utilizado como um óleo comestível.
O pequi  (foto acima de Daniel Veira) é habitualmente consumida pela população na zona de Cerrado e está profundamente enraizado na cultura e culinária regional. Para os mineiros, os habitantes do Cerrado de Minas Gerais, o pequi não pertence a ninguém, porque ele pertence a todos.
O pequi ocupa um papel importante na cultura dos povos indígenas da região do Cerrado do Brasil. Como a semente leva um longo tempo para germinar, a colheita tem de ser feito de forma sustentável, com árvores de substituição cuidadosamente plantadas para manter o fornecimento. Por isso, eles mantêm o seu direito ancestral para levá-lo onde quer que seja, em terrenos públicos ou privados, cercado na terra ou a terra não protegida, etc, onde quer que seja, o pequi sempre foi “acessível” à sociedade regional. Desde os anos sessenta, devido à exploração madeireira e instalação em larga escala de plantações de eucalipto, o pequi e tudo o que ele representa estão sob uma ameaça séria. 

7 benefícios incríveis do pequi para a saúde.
1. PROTEGE O CORAÇÃO
Pequi tem um teor muito elevado de ácidos graxos monoinsaturados, que são os mesmos compostos encontrados em nozes, azeitonas e compostos orgânicos benéficos que ajudam a diminuir os níveis de colesterol no sangue e protege o nosso coração.
Oléico, linoléico e ácido esteárico são encontrados no fruto, que tudo melhorar os efeitos oxidação no corpo, o que significa que menos colesterol se acumula nas paredes das artérias e vasos sanguíneos, assim, proteger os nossos sistemas cardiovasculares de aterosclerose, ataques cardíacos, derrames e doença cardíaca coronária.
2. FONTE DE POTÁSSIO
A mistura de vitaminas e minerais, incluindo potássio, bem como os efeitos anti-inflamatórios dos ácidos naturais encontradas no fruto, pode ajudar a aliviar a pressão sobre os vasos sanguíneos e relaxar eles, aumentando desse modo o fluxo sanguíneo e aliviando a pressão sobre o coração. A inflamação pode causar constrição dos vasos sanguíneos, o que pode agravar ainda mais problemas de coração, como colesterol entupimento.
3. COMPOSTOS ANTI-INFLAMATÓRIOS
Um estudo realizado em atletas exclusivamente com a dieta de pequi, constatou-se que a inflamação geral das articulações e músculos foram reduzidas após os treinamentos. O que é potencialmente explicado pelos altos níveis de compostos anti-inflamatórios encontrado no pequi. Isso poderia ser uma solução natural para as pessoas que sofrem de artrite e outras condições inflamatórias.
4. FONTE DE VITAMINA A
O pequi é uma boa fonte de vitamina A, e como você deve saber, o beta-caroteno é um dos derivados da vitamina A. O teor de carotenóides de pequi é alto, e estes atuam como antioxidantes, especificamente nas células oculares. Isso significa que, ao comer o fruto do pequi e outros alimentos ricos em carotenóides, podemos melhorar a visão, impedindo a degeneração macular e catarata que muitas vezes são causados pelos radicais livres.
5. ÓLEO ESSENCIAL
óleo essencial de Pequi pode ser extraído das nozes / sementes dentro do mesocarpo da fruta pequi. Este óleo essencial é frequentemente incluído em xampus e hidratantes tradicionais no Brasil, mas está começando a ganhar terreno no mercado internacional também. Além disso, o elevado teor de tocoferol e de vitamina A em pequi significa que a pele e o cabelo é protegida devido às propriedades antioxidantes destes compostos.
Consumir pequi pode manter sua pele de mostrar defeitos, melhorar a cicatrização, adicionar um brilho rico para a sua pele, e prevenir os sinais de envelhecimento prematuro. Ele também tem sido tradicionalmente usado para o tratamento de eczema e lesões cutâneas.
6. FONTE DE FIBRAS
A fibra é uma parte importante de a grande maioria das frutas e legumes, e pequi não é excepção. Os altos níveis de fibra encontrados em pequi ajuda a melhorar a sua saúde digestiva por adicionar volume ao seu banco e reduzir a ocorrência de constipação, flatulência, cólicas e diarreia. Fibra também ajuda a eliminar o excesso de colesterol “ruim” do seu sistema, melhorando ainda mais sua saúde cardíaca.
7. REMÉDIO NATURAL PARA ASMA
Pequi pode ser uma solução natural para asma, extraia o óleo do fruto. Coloque de 3 à 5 gotas sobre as refeições, duas vezes por dia.
(Fonte: http://formasaudavel.com.br/pequi/)

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Sem farinha!!! Deliciosa panqueca de banana que fica pronta em 5 minutos!

Panquecas são deliciosas.
Infelizmente, elas são preparadas com açúcar, cremes gordurosos, geleias hipercalóricas, enfim, recheios péssimos para a nossa saúde.
Sem falar na farinha de trigo, com ameaças como o glúten & cia.
O fato é que, se você quer consumir alimentos saudáveis e/ou está tentando perder peso, deseja consumir algo mais leve e com menos calorias, não é mesmo?
Bem, nós estamos aqui para fazer esse seu desejo se tornar realidade.
E vamos ensinar agora uma panqueca supersaudável, levíssima, sem glúten e hiperdeliciosa.
Duvida?
Então fique até o fim deste post, anote a receita e depois coloque a mão na massa para comprovar.
Temos certeza de que vai adorar!
Esta panqueca, que não contém farinha, é bem simples de fazer.
Ela é um ótimo lanche para o seu pós-treino.
Quer saber a receita? Nós vamos ensinar.
INGREDIENTES

2 bananas maduras
2 ovos
Canela em pó
MODO DE PREPARO
Coloque as bananas (picadinhas) numa tigela e amasse-a muito bem.
Adicione os ovos batidos, a canela e misture até que tudo fique bem homogêneo.
Coloque uma frigideira para aquecer com um pouco de azeite de oliva ou ghee.
Ponha um pouco da massa, o suficiente para formar uma panqueca.
Espere um pouco e, quando ficar sólida e dourada, vire a panqueca (mais ou menos dois minutos).
Asse o outro lado e espere ficar bem douradinho (mais dois minutos) e, então, retire a panqueca do fogo.
Repita o processo para produzir outras panquecas, até terminar a massa.
E pronto!
Esta panqueca é muito saborosa mesmo sem recheio.
Mas, se quiser, adicione um pouco de mel ou algo ainda mais light.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/06/2016/sem-farinha-deliciosa-panqueca-de-banana-que-fica-pronta-em-5-minutos

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Como tratar o fígado gordo com esses 5 alimentos

Vamos falar de gordura no fígado?
Trata-se do acúmulo de ácidos gordos e triglicerídeos nas células do fígado.
Se você bebe álcool em excesso, saiba que essa é umas das principais causas do famoso “fígado gordo”.
Isso acontece porque o fígado é incapaz de quebrar as gorduras adquiridas pelas bebidas alcoólicas.
Então só há duas saídas: ou a pessoa continua bebendo e sobrecarregando o fígado até ter cirrose, ou larga o vício e garante a saúde e bem-estar do organismo.
Há quem leve na brincadeira e ignore o sofrimento do fígado.
No entanto, esse órgão desempenha funções vitais em nosso corpo, como neutralizar e destruir as toxinas.
Pense num verdadeiro filtro, que ajuda a remover substâncias tóxicas do sangue, causadas por drogas e alimentos!
Além disso, ele produz a bile, que quebra a gordura em nosso sistema digestivo.
No entanto, também é possível sofrer desse mal sem sequer ter experimentado bebidas alcoólicas, que é o que chamamos de “doença hepática gordurosa não alcoólica”.
O fígado simplesmente não metaboliza a gordura como deveria, o que faz com que ela se armazene nos tecidos.
A causa pode ser pincipalmente pelo tipo de alimentação
Por isso a maioria das vítimas é obesa.
Os sintomas são:
- Dor no abdome superior direito
- Fadiga crônica
- Sensação de peso e inchaço
- Perda de peso
- Perda de apetite
- Fraqueza
- Náusea
- Perda de memória
- Dificuldade de concentração
Felizmente, os sintomas podem ser controlados e a doença ser tratada com alimentos naturais e especiais, como frutas, legumes e vegetais.
Eles ajudam a limpar o fígado e renovar gorduras.
Entre esses alimentos, destacamos:
1. Acelga
É um excelente tônico para limpar e rejuvenescer o fígado.
Graças ao alto teor de fibras, a acelga é ótima para tratar a constipação.
Além disso, é rica em água, vitaminas, potássio e ferro de magnésio.
2. Alcachofra
Pode regenerar o fígado, graças à presença da cinarina, uma substância amarga que aumenta o fluxo biliar.
Além de consumir as alcachofras, você pode fazer infusões com as folhas e caules.
Prepare a infusão com 100 g de folhas e caules por cada litro de água. Assim, você deve beber 3 xícaras por dia.
O suco fresco da alcachofra também é muito terapêutico.
3. Gengibre
Contém antioxidantes protetores da função hepática e também ajuda a reduzir os triglicerídeos.
Você pode fazer um chá de gengibre e tomar meia hora antes das principais refeições.
Rale duas colheres (sopa) de raiz de gengibre e coloque em água quente, deixe descansar por alguns minutos e beba.
Outra opção é adicionar o gengibre ralado nas saladas.
Importante: hipertensos não devem consumir gengibre.
4. Rabanete
Descongestiona e desintoxica o fígado, promovendo esvaziamento da bile.
Ele pode ser adicionado nas saladas ou você pode preparar diariamente um copo de suco fresco, adoçado com mel antes das principais refeições.
5. Lima-da-pérsia
É uma fruta com grande capacidade de purificação do fígado.
Também pode diminuir a gordura corporal e reduzir a síndrome metabólica, dois fatores que muitas vezes contribuem para a doença hepática gordurosa.
Faça o seguinte: pegue uma lima e lave-a muito bem.
Bata a fruta com a casca e água (100 mL).
Coe e beba imediatamente.
Faça isso em jejum por duas semanas seguidas ou mais.
A lima-da-pérsia é vendida em bons supermercados, feiras livres e na Ceasa.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

domingo, 16 de abril de 2017

Suco de Limão, Gengibre e Erva Cidreira

Ingredientes:
1 litro de água
5 folhas de erva cidreira
1 colher de café de gengibre ralado
Suco de ½ limão
Adoçante a gosto
Gelo a gosto

Modo de preparo:
Fazer a infusão com a erva cidreira, coar e reservar; liquidificar o gengibre, o chá e o suco de limão e, depois, coar e adoçar a gosto e servir bem gelado.

Fonte: http://emagreceremos.com/como-fazer-suchas-para-emagrecer/

sexta-feira, 14 de abril de 2017

20 Alimentos que reduzem o Colesterol em seu sangue

Esses alimentos ajudam a reduzir o Colesterol alto e a gordura, maiores responsáveis por doenças cardiovasculares e AVCs.
Veja a lista dos 20 alimentos:
01 - Abacate: rico em ácido oleico, substância que protege contra o acúmulo de LDL (o colesterol ruim) e ajuda a manter as taxas de HDL no sangue.
02 - Aveia: Contém uma fibra que auxilia na redução do colesterol LDL. Consumir 3g dessa fibra pode reduzir em até 20% o colesterol total.
03 - Alho: rico em uma substância chamada saponina, que reduz o colesterol ruim (LDL).
04 - Berinjela: Contém (principalmente na casca) antocianinas, substâncias que reduzem colesterol total, frações e ainda os triglicerídeos.
05 - Cevada e outros grãos integrais: eles contêm bons níveis de fibras, selênio e beta-glucano, uma substância que ajuda a baixar o colesterol LDL, o mau colesterol.
06 - Maçã: É rica em fibras solúveis e contém altas doses de flavonoides e antioxidantes que reduzem o colesterol no sangue.
07 - Chia: rica em fibras e ômega 3, uma combinação poderosa contra o colesterol.
08 - Cebola: além de reduzir o colesterol, tem ação anti-inflamatória, que impede a formação de coágulos nos vasos sanguíneos.
09 - Feijão: rico em fibras solúveis, adicioná-lo à dieta proporciona reduções significativas do colesterol total e do LDL.
10 - Laranja, limão e outras frutas cítricas: são ricas em fibras solúveis e ainda contêm altas doses de vitamina C, uma dupla poderosa contra o colesterol alto.
11 - Linhaça: fonte de ômega 3 e ácido linoleico, reduz o colesterol e a glicose no sangue.
12 - Morango e frutas vermelhas: lotados de antioxidantes, que inibem a oxidação das partículas LDL (o colesterol ruim).
13 - Nozes em geral: ajudam na redução do colesterol porque são ricas em gorduras poli-insaturadas. Na circulação sanguínea, elas reduzem o LDL.

14 - Óleos vegetais de canola e girassol: são ricos em fitoesteróis, substâncias que barram a absorção de gordura da dieta, o que favorece a redução do colesterol.
15 - Peixes ricos em ômega 3 (salmão, atum, bacalhau, etc): auxilia no controle e na redução do colesterol e dos triglicérides.
16 - Quinua: além de alto teor de fibras, contém saponina, uma substância que reduz o colesterol produzido no fígado.
17 - Quiabo: A grande quantidade de fibras solúveis ajudam a reduzir o colesterol no sangue.
18 -  Soja e derivados: ricos em vitamina E, aumentam os níveis de HDL, o bom colesterol
19 -Tomate: previne o câncer de próstata, mas também reduz o colesterol na corrente sanguínea.
20 - Uva e sumo de uva: O resveratrol, presente tanto na fruta quanto no sumo integral dela, ajudam a baixar o colesterol.
Fonte: Greensavers - Imagem Ilustrativa, autoria de Nilza Leonel

terça-feira, 4 de abril de 2017

As Sempre Vivas e sempre lindas!


 Nativa do Cerrado, é encontrada largamente em Minas principalmente na Serra da Canastra, Serra do Cipó, Serra do Espinhaço, Serra do Cabral e espalhadas pelo Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha.
Tem um grande valor comercial e por isso, é fonte de renda de várias famílias que vivem da colheita dessa planta no Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha. (na foto ao lado, Dona Anita, de Capívari, distrito do Serro MG, uma das mais famosas e queridas coletoras de Sempre-Vivas de Minas. Foto de André Dib) Recebeu este nome pelo fato de, mesmo depois de ser colhida, permanece viva por 60 anos ou mais. Quando está frio, as pétalas fecham e só abrem com a temperatura elevada. Foi por esta característica que pesquisadores batizaram a flor com esse nome, pois há a impressão de estar viva através do movimento das pétalas. 
 A família Eriocaulaceae apresenta dez gêneros e possui cerca de 1200 espécies que se distribuem em várias regiões do mundo. Nos campos rupestres do Brasil ocorrem pelo menos 600 espécies. (foto acima de Manoel Freitas)
O gênero Paepalanthus inclui cerca de 400 espécies que podem ocorrer em diferentes habitats, variando desde solos arenosos úmidos ou secos, até sobre pedras. (foto acima de Marcelo Santos)
Em Santa Bárbara do Tugúrio, região central de Minas Gerais, uma sempre-viva que ainda é avistada naturalmente na Serra do Espinhaço, começa a ser produzida em escala comercial em algumas propriedades rurais. (foto acima de Eduardo Gomes)
A Paepalanthus acanthophylus, chamada de chuveirinho em função de seu aspecto visual, é quase uma exceção na família das Eriocaulaceae. É que essa planta ornamental (que ocorre na região da Serra da Canastra (também em Minas), onde há registros de 15 espécies distintas) tem sofrido forte impacto ambiental com o extrativismo desordenado. (foto acima de Wilson Fortunato)
Considerada importante atividade econômica para a população local, o problema é que a sua coleta indiscriminada, associada às inflorescências (estrutura floral em que há mais de uma flor num pedúnculo) serem removidas antes da produção de sementes, tem inviabilizado e comprometido a espécie. (foto acima de Eduardo Gomes)
Vale dizer que sempre-viva é o nome “genérico” de uma planta com características bem peculiares: ao serem colhidas, elas conservam a cor e a forma por um longo período de tempo (daí a sua excelente aplicação comercial, inclusive para exportação). (foto acima de Eduardo Gomes)
Mas é preciso considerar as questões ecológicas, antes que mais um bem da flora brasileira se perca. Entre as sempre-vivas mais comercializadas são predominantes as da família Eriocaulaceae. Destaque para o gênero Syngonanthus, da família Cyperaceae e a Paepalanthus speciosus, conhecida pelo nome popular de sombreiro, que tem floração entre maio e julho. Pouco ramificado, este subarbusto chega a dois metros de altura.(foto acima de Wilson Fortunato efoto abaixo de Manoel Freitas)
Nome Científico:Paepalanthus sp
Família: Eriocaulaceae
Características Morfológicas: Elas caracterizam-se por ter raízes com aspecto esponjoso e esbranquiçado, acúmulo de ar no córtex (camada externa de todos os vegetais), epiderme de paredes finas e caules aéreos ou rizomatosos.
Origem: Nativa do Brasil.
Ocorrência Natural: Em veredas, cerrado rupestrre, cerrado, campo sujo e limpo.

Fotos feitas na Serra do Espinhaço em Minas Gerais.
Fonte da matéria, exceto primeiro e segundo parágrafos:http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/flora/noticia/2015/02/sempre-viva.html

domingo, 2 de abril de 2017

Moringa Oleífera: a árvore da vida.

A Moringa Oleífera (Moringaceae), planta originária da Índia é considerada por botânicos e biólogos, um milagre da natureza. Uma esperança para o combate da fome no mundo. Rica em vitaminas e sais minerais, ela tem, segundo os estudos mais recentes:
a) Sete vezes mais vitamina C que a laranja;
b) Quatro vezes mais cálcio que o leite;
c) Duas vezes a proteína do Yogurte;
d) Quatro vezes mais vitamina A que a cenoura;
e) Três vezes mais potássio que a banana;
f) 27% de proteína, equivalente à carne do boi;
g) Mais ferro que o espinafre;
h) Vitaminas presentes: A, B (tiamina, riboflavina, niacina), C, E, e beta caroteno.
i) Minerais presentes: Cromo, Cobre, Fósforo, Ferro, Magnésio, Manganës, Potássio, Selênio e Zinco. 

Obs.: As folhinhas da Moringa oleífera não são recomendadas sem autorização e acompanhamento médico para quem tem problemas na tireoide ou qualquer outro causado pela ingestão de iodo. Veja no link a seguir uma tese noticiada pela FAPESP sobre o excesso de iodo na gestação e lactação. 
UTILIZAÇÕES POSSÍVEIS DA PLANTA
SEMENTES - De sua semente se extrai um óleo similar em qualidade ao azeite de oliva. Por ser a única planta conhecida que floresce todo o ano, é, também, considerada melífera, própria para a criação de abelhas. Seu mel é considerado medicinal e alcança elevado valor no mercado europeu. Pela produção intensiva de flores e sementes, estudos recentes recomendam seu plantio para extração de biodiesel de suas sementes.
As sementes verdes podem ser cozidas, como feijão vagem, quiabo, soja, etc., e servidas na forma de salada.
FOLHAS - Suas folhas e flores são comestíveis, para humanos e animais. Podem, também, ser utilizadas em chás para uso continuo.
FLORES - Das flores se faz um prato apreciado na Indonésia e Timor Leste, chamado makansufa, As flores são fritas em óleo de coco, e imersas em leite de coco, sendo comidas com arroz ou milho. As folhas e flores podem, também, ser consumidas em vitaminas ou sucos com outros legumes, como beterraba, cenoura, ou frutas como a laranja, maçã, melão, mamão, caju, abacaxi. etc. Também, podem ser utilizadas em chás para uso continuo.
As flores também poderão ser utilizada em um chá medicinal, recomendado para resfriados, de uso popular em vários países. O suco das flores ou folhas, pode compor caldos ou molhos, na sua forma natural para preservar vitaminas e sais minerais. É excelente no tratamento para redução de peso, e por ser rica em nutrientes, facilita uma reeducação alimentar sem agressão ao corpo e ao metabolismo.
As suas flores são muito utilizadas para alimentação de abelhas tipo Europa (Apis) ou as nativas sem ferrão. Produzem muito néctar para a alimentação das abelhas, florescendo o ano todo. De suas folhas, flores ou sementes, se pode extrair um produto, utilizado como decantador no tratamento de água para consumo humano, similar aos produtos aos químicos utilizados pelas companhias de tratamento de água. As folhas maceradas em poças de água barrenta provocam rápida limpeza. Se não estiver contaminada, fica própria para o consumo. No Nordeste brasileiro esta planta já está sendo utilizada para este fim.
VAGENS - As vagens novas podem ser cozidas, iguala aspargos ou vagens de feijão. E bastante utilizada desta forma no Haiti.
CASCAS - De suas cascas se faz artesanato, pois são muito maleáveis e próprias para moldar e fazer cestos, trançados, etc. Pode ser processada para extrair uma fibra, para produzir tapetes. Sua seiva tem gosto adocicado.
BATATAS - Pode-se plantá-la em canteiros, como uma hortaliça, e quando a planta atinge cerca de 30 centímetros, arranca-se o pé e se extrai uma batata para consumo alimentar. Tem gosto de rábano, próximo do rabanete, A seiva e a batata, tem todas as vitaminas da plantas em concentração. Essa batata pode ser comida em saladas ou refogados. Ou mesmo em sucos de frutas ou legumes. Após esse período de 30 dias a batata desaparece e transforma-se na raiz da planta.
ORNAMENTAL - Em muitos países se planta a Moringa como ornamental pois ela produz flores o ano inteiro, sendo a única planta conhecida com essa capacidade.
CELULOSE - Sua madeira é mole, mas é excelente para produzir celulose para fabricação de papel.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES SOBRE USO
ALIMENTAÇÃO HUMANA - Por suas propriedades alimentícias, pode ser utilizada em tratamentos de desnutrição, pois é rica em proteína, vitaminas e sais minerais. Também pode ser utilizada no combate à obesidade e ao colesterol elevado, substituindo com nutrição equivalente, mas com muito mais vitaminas e sais minerais, a carne e vários outros alimentos que engordam ou que são ricos em gorduras saturadas.
ALIMENTAÇÃO ANIMAL - Pode, ainda, ser plantada como forrageira, para alimentar carneiros, cabritos, coelhos, galinhas caipiras, vacas leiteiras. Planta-se as sementes a cada 80 centímetros. Quando a planta atinge 80 centímetros de altura, corta-se os ponteiros. Após nova brotação, vão surgir vários brotos. Quando eles atingirem 30 centímetros, corta-se novamente todos os ponteiros, para que haja uma nova brotação. Assim a planta fica mais encorpada. Após essa segunda quebra de ponteiros, pode-se cortar os brotos e retirar as folhas para servir como alimento. Pela sua concentração de vitaminas e sais minerais, é um alimento nobre que ajuda a reduzir o custo da criação.
USO MEDICINAL - Na África, com milhões de pessoas com o vírus HIV e AIDS, tem sido uma arma no combate aos efeitos debilitadores dessa doença, por ser rica em proteínas, vitaminas e sais minerais, assim como é poderosa arma contra a desnutrição crônica em muitas regiões daquele continente.
Resultados positivos ocorreram no tratamento de prostatite, câncer da próstata, reumatismo, tumores, lupus eritematoso, artrites e outras doenças auto-imunes, hipertensão arterial, hepatite, mobilidade gastrintestinal, vírus Epstein-Barr, epilepsia, fadiga crônica, males causados pelo tratamento de câncer, tratamento pré-natal, de glaucoma, de má nutrição de adultos e crianças, de redução da obesidade, cura de irritação gastro-intestinal, de dermatoses, de bronquites e de inflamações de mucosas em lactentes. As raízes são laxativas. A planta produz efeito renovador das células epiteliais, dos órgãos sexuais e do cérebro.
Estudos demonstraram sua eficiência em dezenas de doenças: é anti-diarréica, anti-inflamatória, anti-microbiana, anti-espasmódica, anti-diabética, diurética, vermífuga (flores e sementes).
Existe citação do uso dessa planta com essa finalidade na bíblia, em Exodus 15:20-25. Ela é considerada um milagre da natureza, uma verdadeira farmácia natural.
Existem centenas de sites divulgando esta planta e seus produtos em todo o mundo. Existem institutos de pesquisas pesquisando esta planta e divulgando os resultados. Basta citar na pesquisa ^Moringa Oleífera^, que milhares de resultados aparecerão, em muitas linguas. Em nosso site em CURIOSIDADES E INFORMAÇÕES - SITES RECOMENDADOS, existe uma lista de sites que poderão ser visitados, com uma gama enorme de informações sobre a planta.
APOIO DA ONU/UNICEF PARA SUA DISSEMINAÇÃO
O apoio da ONU/UNICEF ocorre em campanhas para o seu plantio e uso. No Senegal foi instalada uma indústria para extração de produtos, com compromisso de compra das sementes, preço em dólar. A campanha resultou no plantio de oito milhões de arvores, em algumas semanas.

Fonte: http://www.granjaparaiso.com.br/index.php?l=Plantas_Supervitaminadas&op=Moringa_Oleifera

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores