Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

João de Barro: trabalhador e eternamente fiel à sua companheira.


Ele é excelente arquiteto. Bem cedo aprende a identificar a direção do vento ao longo de sua vida. Na época de reprodução, constrói o ninho na direção contrária ao vento para que a fêmea e os filhotes fiquem protegidos da chuva e das ventanias. O pássaro leva de 3 a 5 dias para fazer sua casa, usando barro úmido, palha e esterco seco. Ele chega a realizar de 500 a 2000 viagens para carregar o material necessário. Sua casa tem dois cômodos: a câmara incubadora e a antecâmara, parecida com um forno.
Não utiliza o mesmo ninho por duas estações seguidas. Realiza um rodízio entre dois a três ninhos, reparando os velhos e semi-destruídos. Quando não há mais espaço para a construção de novos, o pássaro o constrói acima ou ao lado do velho.
Na cultura popular, é tido como passarinho trabalhador e inteligente. Seu canto parece uma gargalhada. No Sul dizem que quando canta é sinal de bom tempo. É amigo de todos, corajoso, nada tímido. Aproxima-se com confiança do homem, corre, pula e grita. Manifesta um tipo de alegria, como se soubesse ser bem-vindo.
A fêmea do joão-de-barro pode ajudar na construção do ninho. O casal é exemplo de parceria, de companheirismo. Inseparáveis, os dois revezam-se no trabalho de incubação dos ovos e alimentação dos filhotes.
Poderiam ser símbolos da vida doméstica e é por isso que os brasileiros gostam de vê-los e ouvi-los pela vizinhança.
Quando o joão-de-barro assume compromisso é para todo o sempre. Eles vivem em casais que nunca se separam. Quando morre o companheiro, passam o resto da vida sozinhos.

Fonte:http://gcn.net.br/noticias

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores