Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

8 Ervas que você já ouviu falar mas nunca viu.

Muitos tomam remédios e mal sabem que boa parte desses comprimidos vem de plantas, muitas das vezes, temos em nossos quintais. Você vai conhecer 8 dessas plantas.
01 - NOVALGINA
Nome científico é "Aquiléa millefolium" Uma das ervas mais importantes e poderosa da farmacopéia. O chá é bom para baixar febre, aliviar dores, reumatismo, varizes, insônia, pressão alta, má circulação, males do estômago e fígado. A infusão forte transformada em cubos de gelo, deve ser aplicado sobre hemorroidas. Em temperatura morna em banhos de assento contra problemas ginecológicos.

02 - Doril
Planta da família das Amaranthaceae. Também conhecida como anador, melhoral, acônito-do-mato, caaponga, cabeça-branca, carrapichinho, carrapichinho-do-mato, ervanço, infalível, nateira, penicilina, perpétua, perpétua-do-brasil, perpétua-do-mato, quebra-panela, sempre-viva, terramicina.
Parte utilizada: folhas.Origem : América do Sul.
Propriedades medicinais:folhas: analgésicas, depurativa, diurética, digestiva;
flores: béquicas.
Nota: em vitro apresentou atividade anti-tumoral.
Indicações:bexiga, fígado, hemorróidas, dores. Nas Guianas as folhas são usadas como adstringente e antidiarréica e a planta inteira em maceração para prisão de ventre.
Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.
Modo de usar:infusão de uma colher de sobremesa d flores em um litro de água. Tomar 3 a 4 xícaras de chá ao dia: béquica.

03 - Mercúrio ou Merthiolate:
Nome científico: Atropha multifida
Nomes Populares: Pinhão; pião-branco; pinhão-paraguaio, pinhão-roxo, erva-purgante, jalapa, mamoninha, peão-roxo, raiz-de-tiu
Descrição geral: USO MEDICINAL
Utilizada como antiséptica e antifúngica apresentava ácido gálico em seu látex agindo sobre a inibição de inflamação semelhante ao medicamento comercial. As folhas e frutos também podem ser utilizadas como cicatrizantes, anti-hemorrágico, laxante, antireumatica e anti-hipertensiva.

04 - Erva Doce
Erva Doce
A erva-doce é uma planta medicinal, também conhecida como Anis ou Funcho, muito utilizada no combate à má digestão, gases, dor de barriga ou artrite.
O seu nome científico é Pimpinella anisume pode ser comprada em mercados, feiras livres, lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação.
Indicações da erva-doce
A erva-doce serve para tratar dor de barriga, indigestão, inchaço, acidez estomacal, asma, bronquite, espasmos, cólicas, dor de barriga, dor de cabeça, inflamações, tosse, gases, palpitações, inchaço, gripe, resfriado, catarro e coriza.
Propriedades da erva-doce
As propriedades da erva-doce incluem sua ação expectorante, tônica, cicatrizante, calmante, diurética, sudorífica, galactagoga, antiespasmódica e antidispéptica.

05 - Anador ou Melhoral
Também conhecida como Melhoral, Chambá, Cerebril, entre outros nomes, a planta Anadoré natural do Caribe, mas sua popularidade como planta medicinal se dá nos países da América do Sul. Ela apresenta um aroma gostoso e relaxante, que lembra de longe o aroma da baunilha. Ela é considerada pelo SUS como um vegetal com potencial para avançartratamentos de enfermidades, e inclusive está dentro do grupo RENISUS – Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS.
Antigamente ela era utilizada nos rituais sagrados dos índios venezuelanos e amazônicos. Suas folhas e ramos podem ser utilizadas para a produção de chá, xarope, suco, ou até mesmo o incrível óleo vegetal que é extraído desta planta e tem um maravilhoso poderdigestivo. E esses derivados da planta podem ser ingeridos ou aplicados externamente, na forma de banhos ou compressas.
Propriedades desta planta na medicina alternativa
Utilizado no tratamento de bronquites;
Acaba com as aftas;
Alivia a azia;
Mostra-se eficaz no tratamento de dermatites;
Ajuda no tratamento dos sintomas da gripe, como febre e tosse;
Alivia as dores musculares e outras dores em geral;
Pode ser utilizada para por um fim na insônia;
Acaba com náuseas;
Ela apresenta propriedades antibacterianas;
Eficaz na desinflamação;
Apresenta também características afrodisíacas;
Previne o reumatismo;
Acelera o processo de cicatrização;
Ela é relaxante e pode ser utilizada como sedativo;
Esta planta também é adstringente e expectorante.
Cuidado!
Quando consumida em doses exageradas, a Anador pode tornar-se alucinógena. E pessoas que apresentam problemas com a coagulação sanguínea, ou que estão utilizando remédios para estimular a coagulação, devem evitar o consumo desta planta.
06 - Melissa
A erva cidreira (melissa officinalis) também é chamada de melissa e seu nome é constantemente atribuído à outra erva medicinal muito usada: o capim limão!
Esta é da família da hortelã, inclusive as folhas são parecidas, porém as folhas da erva cidreira são maiores. Possui uma grande lista de propriedades benéficas à saúde, mas, talvez, a mais conhecida seja a de calmante, sendo muito usada para garantir uma boa noite de sono.

07 - Capim Santo
O capim santo, também conhecido como capim-limão ou até mesmo capim-cidreira é uma planta do tipo herbáceo, da família das gramíneas, natural das regiões tropicais da Índia, na Ásia. Essa planta cresce numa moita de rebentos e se propaga por estolhos. O capim santo é muito aplicado na tradicional medicina indiana, chamada Ayurveda, pois ele apresenta uma série debenefícios além de ser saboroso.
08 - Hortelã
Também conhecida como hortelã pimenta ou erva santa – é uma planta usada regularmente no preparo de alguns pratos, principalmente para aromatizá-los, e também de coquetéis e alguns remédios.
Devido a seus inúmeros benefícios e propriedades saudáveis, essa planta aromática é utilizada em muitos tratamentos terapêuticos.
Benefícios da hortelã
Seus importantes efeitos antiespasmódicos e carminativos ajudam a combater problemas digestivos, especialmente em casos de indigestão, flatulência e dores estomacais ou câimbras.
Seus componentes expectorantes ajudam também nos tratamentos das vias respiratórias.
Essa erva medicinal é bastante eficaz nos tratamentos das dores menstruais.
A hortelã tem componentes muito eficazes no combate a problemas nervosos, relaxando as tensões e evitando as possíveis consequências derivadas dessa condição.
É um antisséptico e analgésico muito eficaz e, portanto, é recomendada para o tratamento de feridas. Como é usada? A lavagem da ferida com uma infusão consistente da planta proporciona alívio imediato da dor e ajuda a acelerar o processo de cura, podendo também ser aplicada sobre algumas queimaduras, com acréscimo de azeite de oliva à infusão da planta, evitando assim a ardência e possível infecção.
Essa maravilhosa planta combate o mau hálito com um de seus componentes principais, de sabor refrescante, o mentol, mantendo seu cheiro agradável durante todo o dia.
O consumo do delicioso chá de hortelã antes de dormir ajuda a ter um descanso muito relaxante e restaurador.
A infusão desta planta é altamente recomendada para combater os gases acumulados no trato digestivo, eliminando as flatulências.
-------------------------------------------------------------
Cuidados:Apesar das ervas serem de uso medicinal, utilizadas na área da fitoterapia, alguns cuidados precisam ser tomados. É preciso consultar um médico sempre antes de optar por utilizá-las em qualquer tipo de tratamento.Não se deve abandonar os tratamentos convencionais, se estiver fazendo, sem antes consultar seu médico

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores