Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Conheça a Pata de Vaca. Essa planta auxilia no combate ao Diabetes. É considerada produtora de insulina natural.

Fotografia de Arnaldo Silva
O que é “pata-de-vaca”, afinal?

É uma árvore brasileira, Bauhinia forficata (Leguminosae), muito usada em paisagismo, por causa de suas belas flores e folhagem, cujo formato das folhas lembra a pata dos bovinos. É muito conhecida na medicina popular como benéfica para tratamentos d0 diabetes.

Quais são os benefícios do chá de pata de vaca?

A sabedoria popular foi confirmada em pesquisas científicas e concluiu-se que a planta realmente tem a capacidade de diminuir os níveis de glicose (“açúcar”) no sangue. O flavonoide kaempferitrina, presente nas folhas da planta, é uma das substâncias envolvidas no efeito hipoglicemiante (ou antidiabético), além de ser um potente antioxidante. O mecanismo de ação envolvido na ação da kaempferitrina, embora não tenha sido totalmente elucidado até o momento, está relacionado com sua capacidade de estimular a absorção de glicose pelas células. O extrato das folhas da planta ainda apresentou capacidade de reduzir os níveis sanguíneos de triglicerídeos e colesterol total, que contribuem com as complicações do diabetes. Portanto, foi comprovado que Bauhinia forficataapresenta potencial para o desenvolvimento de medicamentos antidiabéticos para auxiliar no tratamento de diabetes tipo 2.

Além disso, outras propriedades medicinais da pata-de-vaca baseadas no conhecimento popular são conhecidas:
diurética;
depurativa;
analgésica;
ajuda no emagrecimento;
previne e trata anemia;
trata doenças de rins, fígado, vesícula, estômago e baço;
diarreia;
diurese;
gota;
hemofilia;
doenças de coração;
doenças urinárias;
hipertensão arterial;
estimula apetite;
cálculos na bexiga.

É preciso moderação no uso do chá de pata-de-vaca!

Da mesma forma que o recomendado para outras plantas medicinais, é preciso parcimônia no uso do chá das folhas de pata-de-vaca. As folhas contêm várias substâncias químicas, algumas delas responsáveis pelo efeito antidiabético, que são extraídas pela água quente no preparo do chá. Entretanto, as outras substâncias presentes na planta podem apresentar outros efeitos sobre o organismo, que quando em excesso podem ser inclusive tóxicas ou interagir com outros medicamentos. Portanto, se você está seguindo tratamento médico, usando outros medicamentos, apresenta doenças crônicas ou está grávida, não utilize o chá sem o conhecimento do seu médico.
As pesquisas continuam e novas evidências a respeito dos benefícios da pata-de-vaca provavelmente serão divulgadas.
Por enquanto, quem quiser fazer uso do chá de pata-de-vaca deve: fazer uma decocção com 1 ou 2 folhas limpas da árvore, em duas xícaras de água. É importante rasgar ou picar as folhas antes de colocar na água, para facilitar a extração das substâncias das folhas. Assim que levantar fervura, desligue o fogo e aguarde amornar, bebendo duas xícaras ao longo do dia, obviamente sem adoçar!
Esse chá é contraindicado para gestantes e lactantes (quem amamenta).

Pata-de-vaca: benefícios e propriedades medicinais

A pata-de-vaca (Bauhinia fortificata) é uma planta medicinal também conhecida como bauínia, casca-de-vaca, árvore-orquídea-brasileira, unha-de-vaca, miriró, miroró, dentre outros inúmeros populares. Inclui os sinônimos botânicos Bauhinia affinis, Bauhinia variegata, Bauhinia candicans, dentre outros. Pertence a família das Leguminosas.

Benefícios da planta pata-de-vaca
A pata-de-vaca é uma erva muito utilizada na fitoterapia brasileira há dezenas de anos por proporcionar resultados tão bons em pacientes diabéticos, sendo conhecida como “insulina vegetal”, dada a sua capacidade de reduzir os sintomas da diabetes, incluindo a poliúria (aumento do volume urinário), distúrbios renais e outros problemas urinários. O chá de pata-de-vaca é comumente consumido após as refeições, para equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Desde as primeiras décadas do século XX a planta tem sido relatada em estudos clínicos com a capacidade de produzir efeitos redutores de açúcar no sangue. Nos anos 1980, o uso reiterado da pata-de-vaca como insulina natural despertou o interesse em novas pesquisas. Estudos relataram ações hipoglicemiantes em animais e humanos. Um estudo chileno de 1999 constatou que a espécie Bauhinia candicans provocou notáveis efeitos hipoglicemiantes em ratos diabéticos¹.

A pata-de-vaca, além de diminuir o açúcar no sangue, pode também diminuir os triglicerídeos, colesterol total e o LDL-colesterol (colesterol ruim) em diabéticos, auxiliando no tratamento da diabetes mellitus tipo II. O kaempferitrin, substância presente na planta, além de reduzir o açúcar no sangue, pode ajudar a reparar danos às células renais, possuindo efeitos diuréticos e antioxidantes. A Bauhinia spp (Bauhinia affinis, Bauhinia forficata ou Bauhinia variegata) faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Contraindicações e efeitos colaterais da pata-de-vaca
A pata-de-vaca pode potencializar o efeito de drogas antidiabéticas, além não ser indicado o uso para pessoas com hipoglicemia. Diabéticos devem consultar um profissional da saúde competente antes de iniciar o uso regular da planta, vez que a dosagem dos remédios poderá necessitar de ajuste.


História e curiosidades
A pata-de-vaca é uma árvore comum na Floresta Amazônica e outras regiões tropicais. Pode atingir até 9 metros de altura. Possui folhas grandes, com cerca de 10 cm de cumprimento e parecidas com cascos de vaca, explicando daí a origem do nome popular. Produz grandes flores brancas e sementes marrons. O gênero Bauhinia compreende cerca de 500 espécies.

Benefícios do Chá de Pata de Vaca contra o Diabetes


O chá de pata-de-vaca auxilia no combate ao diabetes
A pata-de-vaca (Bauhinia fortificata) é muita utilizada no combate ao diabetes na Amazônia e em toda América do Sul, sendo inclusive uma planta que pertence ao RENISUS (Relação de Plantas Medicinais de Interesse do SUS). O chá de pata-de-vaca proporciona resultados tão bons em diabéticos que é conhecida como insulina vegetal, dada a sua capacidade de reduzir os sintomas do diabetes.

A pata-de-vaca, além de diminuir o açúcar no sangue, também reduz os triglicerídeos, colesterol total e o LDL-colesterol (colesterol ruim) em diabéticos, auxiliando no tratamento da diabetes mellitus tipo II. Além de ser usado no tratamento do diabetes mellitus, o chá de pata de vaca é um ótimo diurético, útil para os rins e sistema urinário, incluindo ajuda no tratamento da poliúria (aumento do volume urinário), cistite, pedras nos rins e outros distúrbios renais.

A pata-de-vaca, além de diminuir o açúcar no sangue, pode também diminuir os triglicerídeos, colesterol total e o LDL-colesterol (colesterol ruim) em diabéticos, auxiliando no tratamento da diabetes mellitus tipo II. O kaempferitrin, substância presente na planta, além de reduzir o açúcar no sangue, pode ajudar a reparar danos às células renais, possuindo efeitos diuréticos e antioxidantes.


Como preparar o chá de pata-de-vaca
O chá da pata-de-vaca é preparado usando uma colher de chá do pó da planta em cada xícara de água fervente por cerca de 10 minutos. O chá é consumido cerca de duas a três vezes por dia, normalmente após as refeições para equilibrar o açúcar no sangue.

Contraindicações e efeitos colaterais do chá de pata-de-vaca

A pata-de-vaca pode potencializar o efeito de drogas antidiabéticas, além não ser indicado o uso para pessoas com hipoglicemia. Diabéticos devem consultar um profissional da saúde competente antes de iniciar o uso regular da planta, vez que a dosagem dos remédios de insulina poderão necessitar de ajuste.

Fonte: site www.wilsonmoreiraremedio.blogspot.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores