Quem sou eu

Minha foto

Sou Fotógrafo Profissional, Sertanista e atualmente trabalho com fotografia de Eventos Sociais em SP.

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Os 10 aparelhos que mais gastam energia, mesmo estando desligados!

Você sabia que muitos eletrônicos, mesmo desligados, podem gastar energia se estiverem conectados à tomada?
Por isso, desconectar o aparelho da corrente elétrica ajuda a economizar dinheiro e proteger o meio ambiente.
Sabemos que o aquecimento global é um problema de grande escala e que deve ser combatido.
No entanto, uso de notebook, carregador de celular e de videogames ligados o dia inteiro na tomada é bastante comum em nossa sociedade, e isso contribui para aumentar o consumo de energia, além de contribuir para as mudanças climáticas do planeta.
Portanto, é um mau costume deixar os aparelhos conectados à tomada.
Sendo assim, a culpa não é apenas dos automóveis e grandes fábricas.
Sem saber, muitos de nós estão desperdiçando energia elétrica, pagando um alto preço por isso.
Saiba quais são os dez aparelhos que mais consomem energia quando estão "apagados", ou seja, desligados no botão liga/desliga, mas conectados à tomada:

1. Computador
Hoje muita gente prefere o nootebook, mas o computador de mesa ainda é muito usado em escritórios e em alguns casas.
Geralmente, ele fica ligado na tomada o tempo inteiro, durante meses, gastando energia e danificando o aparelho.
Mesmo em ropouso, pode consumir até 21W e, se estiver ligado, aumenta para 80W, o que equivale a quatro lâmpadas fluorescentes ligadas o dia todo.
Ou seja, desligue seu computador quando não estiver usando-o.

2. Videogames
Eles, em funcionamento, podem gastar 23W.
E desligados, porém conectados na tomada, consomem 1W.
Então procure desligar e também desconectar os cabos de eletricidade.

3. Aparelho de som
O aparelho de som consume cerca de 15 watts, mesmo desligado.
Ou seja, se ficar sempre na tomada, ele gastará 20% mais do que se ficasse ligado 1 hora por dia no volume baixo.
Por isso você deve desligá-lo por completo na tomada.

4. Notebook
Usamos no trabalho, em casa, no lazer e ele acaba ficando ligado por muitas horas.
Há quem apenas feche o aparelho, mas isso não resolve.
Um notebook pode consumir mais de 15W quando conectado à tomada, mesmo sem estar em operação.

5. Telefone sem fio
Hoje, com o celular, é cada vez menos usado.
No entanto, ele pode gastar cerca de 3W.

6. Micro-ondas
Este aparelho de cozinha gasta muita energia e, se ficar ligado na tomada, pode consumir mais de 3W.

7. Televisão
Apesar de dizerem que essas TVs mais modernas economizam energia, devemos considerar painéis de luz, sensores e outros recursos que fazem com que a televisão desligada possa consumir 3W.

8. Carregador de celular
Muita gente deixa o carregador do celular conectado na tomada por horas, até dias.Não faça isso.
O consumo médio de um carregador é de 0,26 watt quando não está em uso e de 1 a 5 watts mesmo quando um aparelho com a energia totalmente carregada está ligado nele.
Agora imagine vários carregadores na sua casa ligados por horas na tomada sem aparelho ou com celular já carregado?
Isso pode representar até, acredite!, 10% ou mais na sua conta mensal!

9. Decodificador de TV a cabo
Há quem desligue a televisão, mas não o aparelho da TV a cabo.
Procure desconectar tudo antes de sair de casa ou de dormir.

10. Cafeteira
Mesmo com o botão liga/desliga estando desligado, ela pode consumir 1W se ficar com o cabo de energia conectado na tomada.

Evite o desperdício.
Lembrar-se desses pequenos detalhes podem fazer toda a diferença no seu orçamento e na saúde do planeta.


Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/07/2016/os-10-aparelhos-que-mais-energia-gastam-mesmo-estando-desligados

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O Cerrado é a Caixa d´Água do País


O Cerrado é onde nascem diversos rios do Brasil. 90% das nascentes do Rio São Francisco, por exemplo, estão no Cerrado. Além disso, neste bioma estão as nascentes do Rio Araguaia e o Rio Paraguai. O relevo da região é um dos fatores que contribui para isso. Assim, falar sobre a conservação dos recursos hídricos do país, é falar sobre a conservação do Cerrado.

Créditos: Fundação Grupo Boticário

domingo, 25 de dezembro de 2016

Não tem espaço para plantar? Aprenda uma forma simples de cultivar suas verduras mesmo sem espaço

E aí, já pensou em ter sua própria horta em casa?

As vantagens são grandes: oferta de alimentos naturais, saudáveis, longe de pesticidas e a economia, que é inquestionável.

Não pense que a falta de espaço é um grande problema, pois não é.

Pouquíssimas pessoas têm o privilégio de ter um verdadeiro jardim ou horta nos dias de hoje.

Afinal, as cidades estão ficando cada vez mais sem espaço, com prédios e outras construções.

Trouxemos uma ideia simples e bem original para você poder cultivar suas próprias plantinhas.

Sabe aqueles sacos que carregam a terra para adubagem?

Pronto!

Ele é o grande protagonista deste post.

Quando você for comprar, procure uma terra orgânica e mais natural possível.

Coloque-o numa superfície plana, mas não em contato direto com o chão - pois se este for muito quente, pode desgastar o saco.

Você pode colocá-lo em cima de uma grande com cavaletes ou de um varal de roupas, por exemplo, de forma que fique a uma certa altura para que você não necessite ficar se abaixando/curvando, o que vai facilitar seu trabalho

Feito isso, faça furos no fundo para que a água não se acumule na terra, durante a irrigação.

Quanto à parte superior do plástico, corte deixando uma borda de 10 cm e expondo a terra que será usada na plantação.

Veja a foto acima.

Agora você só precisa plantar as sementes e regar.

Você pode plantar legumes, alface, coentro, cebolinha, manjericão, alecrim, espinafre, repolho, cenouras ou rabanetes.

Na hora de colher, você não deve arrancar verduras folhosas, como alface, espinafre ou acelga, pela raiz.

Retire apenas as folhas.

Assim, vai garantir o crescimento dos vegetais várias vezes.

Gostou?

Divulgue e compartilhe esta ideia e ajude a construir um mundo mais saudável.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2016/nao-tem-espaco-para-plantar-aprenda-uma-forma-simples-de-cultivar-suas-verduras-mesmo

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Antigamente a expectativa de vida era 50 anos, hoje 75. Se a vida antigamente era tão boa, por que viviam tão pouco?

Nossos antepassados viviam bem. A maioria da população brasileira vivia no meio rural, até os anos 70. Com a migração para as cidades, houve a inversão. Hoje cerca de 80% da população brasileira vive nas cidades.

As pessoas que viviam na zona rural antigamente tinham uma vida boa. Viviam do fruto de seu trabalho, comiam o que plantavam. Se alimentavam muito bem.Todas as casas antigamente, seja urbana ou rural, tinham quintal com horta, pomar e galinheiro. Muitas das vezes, chiqueiros.

As galinhas se alimentavam de milho. As plantas eram adubadas com esterco orgânico, retirado diretamente do curral. O gado comia capim, farelo de milho e cana, também sal mineral. Tudo natural.

Café era colhido e torrado na propriedade e moído na hora. O feijão ressecado no quintal. Plantavam arroz, mandioca, tudo sem nenhum tipo de agrotóxico.

Alimentavam-se bem, dormiam bem, tinham vida tranquila, sem TV e suas informações pesadas. Encontros de famílias eram constantes e as comidas eram naturais, preparadas em casa. Não existia antigamente padarias, lanchonetes, fast food, Mcdonalds, e nem refrigerantes com a facilidade que se tem hoje. Mas a expectativa de vida do povo nessa época era em torno de 50 anos. O povo se alimentava bem, mas vivia pouco.

No século 21, o povo vive mais. A expectativa de vida hoje é em torno de 75 anos aqui no Brasil.

Mesmo vivendo mais que antigamente é reconhecido por todas as organizações de saúde e ambientais do mundo que nos alimentamos mal e adoecemos por causa disso. A obesidade é uma doença crônica. Perceba fotos antigas. Raro ver alguma pessoa gorda no meio. Hoje não.

O diabetes e suas complicações crescem assustadoramente, principalmente entre crianças e adolescentes. São enormes as opções contendo açúcares hoje como refrigerantes, iogurtes, doces, chocolates e dezenas de produtos industrializados, todos açucarados a disposição nos supermercados.

Colesterol alto, problemas renais e cardíacos, dentre outros são comuns hoje. No tempo de nossos avós não.

Antigamente o povo se alimentava bem, com alimentos naturais e viviam menos e hoje, o povo se alimenta basicamente de produtos industrializados e frutas, verduras e legumes repletos de agrotóxicos, mas mesmo assim, vive mais.

Muitos perguntam:por quê? Esse fato tem alguma ligação com os dias de hoje? Não, não tem nada a ver.

Os naturalistas, ambientalistas e Ongs defendem a volta das hortas nos quintais. Eu defendo também. A OEA também recomenda e todos os órgãos sérios no mundo lutam para que seja reduzido o número de agrotóxicos na agricultura, ou proibi-los de vez. Os agrotóxicos adoecem a população e a maioria deles têm substâncias cancerígenas já comprovadas.

Os que são a favor dos agrotóxicos e industrializados alegam a necessidade e comodidade dos produtos já prontos. Além da geração de empregos, impostos, etc. Muitos são até irônicos ao comparar hoje com ontem e sempre dizem assim: “Se antigamente era tão bom, porque morriam cedo? Não tinha agrotóxicos naquela época e nem produtos industrializados”

Agora vou responder o porquê.

Viver menos antigamente não tem nada a ver com alimentação, mas morrer e ter doenças hoje tem a ver com alimentação.

Hoje as pessoas morrem e adoecem devido a hábitos alimentares errados. Antigamente não. Câncer, diabetes, colesterol alto, doenças hepáticas e renais são comuns hoje. Antigamente não, existiam, mas não da forma que vemos hoje.

A medicina hoje é avançada, antigamente era atrasada. A ciência hoje é bem avançada, antigamente não. A vida antigamente era tão rudimentar que na maior parte do Brasil nem energia elétrica existia. Escolas eram pouquíssimas. Poucos tinham acesso a estudos. Quem conseguia estudar, fazia no máximo o 4º ano de Grupo. Com isso tinham poucos conhecimentos e devido ao atraso tecnológico, quase que nenhum acesso a informações.


Hoje a ciência desenvolveu muito e todos os dias surgem novas tecnologias e acesso a elas bem como um leque enorme de informações, o que possibilita melhor qualidade de vida às pessoas.

No sertão, no interiorzão do nosso Brasil, era raro médico e poucas cidades tinham hospitais. Farmácias eram poucas. Remédios eram caríssimos, para um povo que mal tinha salário. E as doenças matavam por falta de médico, remédios e políticas adequadas para informar as pessoas sobre cuidados para com a saúde e higiene.

Boa parte das doenças que matavam antigamente, hoje tem cura. A medicina avançou muito nos últimos 30 anos.

A expectativa de vida antigamente, até os anos 60 no Brasil era 50 anos. Morria-se por lepra, tuberculose, sarampo, coqueluche, varíola, tétano, paralisia infantil, doença de chagas. Pode acreditar, gripe e até simples vermes matavam também.

A falta de informação, de remédios, de médicos, de hospitais e doenças incuráveis na época, juntando com a falta de saneamento básico, contribuíram para uma expectativa de vida baixa naqueles tempos.

Hoje temos informações, remédios de graça, mais médicos, hospitais, postos de saúde e boa parte das doenças que mais matavam antigamente, como lepra e tuberculose, são curáveis hoje.


A doença de Chagas, que era a mais comum no interior do Brasil e encurtava a vida das pessoas, hoje tem controle e a pessoa que tem a doença hoje, pode viver normalmente. Antes, quem tinha chagas, dificilmente passava dos 50 anos.

Deu para entender? Antigamente as pessoas vviam menos, devido ao atraso tecnológico, falta de informação, falta de hospitais e falta de políticas de saúde governamentais adequadas.

Hoje a expectativa de vida é maior devido ao avanço da medicina, da ciência e tecnologia, que se desenvolveu muito e assim foram surgindo remédios mais eficazes contra doenças, bem como a cura definitiva para outras que matavam, como por exemplo a lepra e tuberculose.

Os hospitais hoje são mais equipados, bem como os postos de saúde e o atendimento público de saúde está bem melhor e temos mais profissionais da saúde, comparando-se com o do século passado.

Mesmo com uma vida difícil, boa parte da população no século passado superava os 70, 80, 90 e até 100 anos. Quem tinha a sorte de não adquirir doenças, tinha uma vida muito boa e saudável.

Hoje a expectativa de vida aumentou e com ela as doenças. Câncer, problemas renais, hepáticos, cardíacos, diabetes e outras doenças são comuns hoje, principalmente o câncer. Essas doenças surgem, por fatores genéticos e como falei acima, por causa de uma alimentação errada, rica em conservantes, açúcares, carboidratos e agrotóxicos.

E o caminho para evitar essas doenças e ter uma vida longe de remédios e médicos é unânime entre os especialistas: uma alimentação rica, sem agrotóxicos, com produtos naturais, sem açúcar, sem gordura, sem adição de conservantes. Viver a vida que nossos antepassados viviam, se alimentando do que produziam. 

Siga esse caminho. Procure uma vida saudável, pratique esportes. Vamos voltar ao estilo de vida antigo. Vamos fazer horta e pomar nos nossos quintais. Plantar a nossa comida. Com certeza, teremos saúde e não vamos precisar de médicos tão cedo.

Dê preferência a alimentos orgânicos, evite refrigerantes, sorvetes, enlatados, frituras. Sucos, frutas, verduras, orgânicas devem fazer parte de seu cardápio diário. Praticar esportes, dormir bem, pelo menos 8 horas por dia, interagir com o meio ambiente, com os animais te fará bem.

Prolongue os dias de sua vida com muita saúde. Leve uma vida natural.

Arnaldo Silva
Jornalista/Repórter Fotográfico e Editor do Blog EcoVida Bom Despacho


Ilustrei este artigo com esta pintura de José Ferraz de Almeida Júnior (Itu, 8 de Maio de 1850 — Piracicaba, 13 de Novembro de 1899), foi um pintor e desenhista brasileiro da segunda metade do século XIX. É frequentemente aclamado pela biografia como precursor da abordagem de temática regionalista, introduzindo assuntos até então inéditos na produção acadêmica brasileira: o amplo destaque conferido a personagens simples e anônimos e a fidedignidade com que retratou a cultura caipira, suprimindo a monumentalidade em voga no ensino artístico oficial em favor de um naturalismo.

O mais poderoso dos sucos - combate diabetes, hipertensão, AVC, câncer e dezenas de doenças!

Este suco é um coquetel de vitaminas, minerais e clorofila.
Ele é muito forte e, por isso, nutre e desintoxica ao mesmo tempo.
O ingrediente-chave deste suco é a "grama" do trigo.
Muito rica em clorofila, é encontrada em mercados e muito fácil de ser plantada em casa.
O primeiro passo para produzir a grama é germinar grãos de trigo.
Você vai encontrar grãos de trigo em boas lojas de produtos naturais.
Um pacote de meio quilo de trigo orgânico custa apenas R$ 3,00.
Se não encontrar na sua cidade, compre pela internet.
Como germinar os grãos de trigo
1. Coloque os grãos em um vidro grande e cubra (dois dedos acima) com água pura, sem cloro.
2. Deixe de molho por uma noite.
3. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágue bem sob a torneira.
4. Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo e cubra com um pano (o pano é opcional).
5. Enxágue duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite.
6. Os grãos germinados estão prontos para ser usados em 2-4 dias.
COMO PRODUZIR A GRAMA DE TRIGO
De posse dos grãos germinadas, você já pode plantar a sua grama de trigo:
1. Encha uma bandeja com terra vegetal ou algodão umedecido.
2. Espalhe os grãos germinados numa única camada e umedeça bem.
3. Cubra com um plástico escuro ou com outra bandeja durante três a quatro dias.
Se necessário, umedeça a terra.
4. Descubra a grama e os exponha à luz do dia, regando delicadamente para que a terra permaneça úmida.
5. A grama está boa para consumo assim que atingir a altura de uns 12cm.
Alguns dos vários benefícios do suco de grama de trigo:
1. Equilibra o pH do corpo
2. Combate a anemia
3. Ajuda a reduzir o peso
4. Cura hemorroidas
5. Controla o diabetes
6. Evita a cárie dentária
7. Alivia a coceira
Ao aplicar o suco de grama de trigo em áreas que coçam, ele irá ajudar a acalmar a coceira.
Além disso, ele pode curar eerupções cutâneas, cortes, queimaduras, picadas de insetos, pé de atleta.
8. Ajuda a normalizar a pressão arterial
9. Aaumenta a imunidade
10. Protege contra a candidíase
11. Ajuda contra a congestão nasal
12. Remove metais pesados
13. Reforça o tratamento da artrite
Além de bebê-lo, se você tem artrite, coloque uma toalha limpa embebida no suco e coloque sobre a área dolorida.
14. Elimina o mau hálito e o mau odor corporal
15. Combate e previne varizes
16. Fortalece os olhos e melhora a visão
17. Auxilia o tratamento de câncer
O suco de grama de trigo é recomendado àqueles que se submetem a quimioterapia/radiação, uma vez que pode ajudar a reduzir os efeitos colaterais do tratamento.
18. Desintoxica fígado, intestino e sangue
19. Melhora a digestão
20. Ajuda na formação de glóbulos
O sudo de grama de trigo aumenta a produção de hemoglobina graças à grande quantidade de clorofila encontrada nele.
21. Atrasa o envelhecimento
22. Elimina a caspa
Basta massagear o couro cabeludo com o suco de grama de trigo.
Em seguida, cubra o cabelo com uma touca de banho por 15-20 minutos.
Enxágue com água fria.
23. Trata queimadura de sol
Você pode embeber uma bola de algodão no suco de grama de trigo e aplicar sobre as áreas a serem tratadas.
24. Rejuvenesce a pele
Faça uma pasta combinando cúrcuma/açafrão em pó, grama de trigo bem triturada e leite.
Aplicar em sua pele para remover manchas e cravos.
25. Limpa a pele
Aplique o suco de grama de trigo no seu rosto.
Isso vai ajudar a curar cicatrizes e acne.
COMO FAZER O SUCO
Corte um punhado de grama de trigo uns dois centímetros acima da raiz.
Esse corte acima da raiz é importante, pois isso permitirá que a grama volte a crescer.
Bata no liquidificador com meio copo de água.
Coe e misture com o suco de 1 laranja espremida na hora.
Tome imediatamente.
Pode consumir este suco diariamente e pelo tempo que quiser.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/08/2016/o-mais-poderoso-dos-sucos-combate-diabetes-hipertensao-avc-cancer-e-dezenas-de-doencas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Cana-de-macaco: benefícios e propriedades medicinais

Originária do Brasil, a cana-de-macaco é uma planta medicinal da família das Zingiberaceae, que aparece mais frequentemente nas regiões brejeiras do país. É conhecida ainda como canarana, cana do mato, cana do brejo, jacuacanga, cana roxa, periná, ubacaiá, paco caatinga, flor da paixão ou cana roxa do brejo. É uma planta herbácea que ereta pode chegar a até 2m de altura. Suas folhas espirais em tom verde claro e flores de cores diversas em forma de espiga terminal a tornam facilmente reconhecível. O conhecimento sobre suas propriedades medicinais foi transmitido de geração para geração, já que os caboclos a utilizavam para diversos males há muitas décadas atrás.

Benefícios e propriedades da cana-de-macaco
A cana-de-macaco possui os princípios ativos: ácidos orgânicos, ácido oxálico, magnésio, matérias aromáticas, mucilagens, óleo essencial, pectina, resinas, saponinas, sapogeninas, albuminóides, taninos e sisterol. Suas propriedades medicinais são antileucorréica, adstringente, antimicrobiana, antissifilítica, anti-inflamatória, depurativa, diurética, diaforética, emoliente, emenagoga, sudorífera, febrífuga e tônica.

Indicações
O consumo da cana-de-macaco é indicado para problemas na bexiga, amenorréia, blenorragia, cancro, cálculos renais, distúrbios menstruais, cistites, infecções de urina, corrimentos gonocócicos, contrações, doenças venéreas, inflamações, dores nas costas, dor e dificuldade em urina, dores reumáticas, hérnia, gonorréia, inflamações da uretra, inchaços, hidropisia, nefrite, uretrite, problemas nos rins, úlceras e mucosidade da bexiga. Antigamente era muito utilizada para aliviar edemas, dores e contusões. Ainda é capaz de evitar problemas decorrentes do diabetes, serve como calmante – sendo assim muito procurada para auxiliar no tratamento de pessoas ansiosas, insones, portadores da síndrome do pânico e hiperatividade. Acredita-se também que o consumo da planta possa, até mesmo, inibir a evolução de células cancerígenas, evitando que possíveis tumores se desenvolvam. Outro benefício importante vindo da cana-de-macaco é que, se consumida com regularidade, ela aumenta o metabolismo e permite ao corpo emagrecer com saúde.

Receita e como consumir
Para ser beneficiado pelo chá da cana-de-macaco, a receita é muito simples: leva ao fogo um litro de água com 20 gramas da planta (entre folhas e hastes) e deixe ferver. Desligue o fogo, abafe e espere amornar. Quando a temperatura estiver adequada para ser ingerida, adoce conforme o gosto e beba até 3 vezes ao dia, durante uma semana. Não prolongue seu uso, pois após ser consumido por grandes períodos ele pode causar o surgimento de urólitos.

Cuidado: Exceto em caso de orientação médica, o consumo do chá de cana de macaco é contra indicado para gestantes e lactantes.
Fonte das informações:https://beneficiosdasplantas.com.br/cana-de-macaco/

Conheça a família que produz a própria comida usando apenas 370 metros quadrados

Família Dervaes planta e colhe o próprio alimento em um terreno de 370 m² na Califórnia, Estados Unidos.
Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação
A produção urbana de alimentos pode representar a “salvação” para o impasse que se vive com o crescimento das cidades e da população em número inversamente proporcional à produção de alimentos nas áreas rurais.
Família Dervaes, que vive na Califórnia, Estados Unidos, produz mais de 2,7 mil quilos de comida por ano no quintal de casa.
Casa da família Dervaes em Los Angeles: jardim é um grande canteiro para o cultivo de vegetais.
Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação

A família Dervaes, que vive em Los Angeles, na Califórnia, Estados Unidos, vem colocando em prática técnicas que superam as expectativas. Ele produzem sozinhos, e com técnicas modernas, cerca de 2,7 mil quilos de comida por ano no quintal de casa. O projeto “Urban Homestead”existe como negócio desde 2001, mas a família se dedica ao cultivo de alimentos na área urbana desde os anos 1960.
Casa da família Dervaes na Califórnia. Os 370 m² do jardim são destinados à produção de alimentos. Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação
O jardim, de onde saem os vegetais, frutas, mel e ovos nascidos das galinhas que são criadas no terreno, tem cerca de 370 metros quadrados.

Os números mostram como um grupo de quatro pessoas pode viver com pouco, agredindo menos o meio ambiente.
 Além dos vegetais e frutas, há produção de mel. Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação
Além da subsistência, os Dervaes vendem o excedente da produção e garantem renda extra de cerca de R$ 90 mil por ano.
Menos impacto ambiental

No superjardim dos Dervaes há de tudo. De vegetais à frutas, de ovos de galinha biológicos à flores comestíveis e mel. São mais de 400 produtos com preços de venda abaixo do praticado no mercado comum.
Sistema de irrigação artesanal. Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação
Do ponto de vista ambiental, além de consumir produtos sem ou com menos agrotóxicos, a família instalou painéis solares para fazer funcionar as máquinas agrícolas, com energia renovável. O sistema de irrigação é artesanal, e foi feito com vasos de argila instalados nos canteiros.
Instalação de painéis solares para geração de energia.Foto: The Urban Homesteaders / Divulgação
Os produtos são cultivados de acordo com a estação e sua venda é estritamente reservada para os restaurantes e moradores da região, eliminando o custo e a poluição gerada com o transporte.

Fonte:http://www.gazetadopovo.com.br/haus/sustentabilidade/conheca-familia-que-produz-propria-comida-em-370-metros-quadrados/

domingo, 18 de dezembro de 2016

Conheça a Graviola e suas propriedades Medicinais

Em vários países, a graviola é reconhecida como um poderoso tratamento natural contra o câncer.
Nos Estados Unidos, por exemplo, a fruta é bem valorizada e muitos suplementos contendo seu extrato são comercializados.
Os americanos, a propósito, devem ser os que mais pesquisaram sobre as propriedades medicinais da graviola.
Há pesquisas nos EUA indicando que vários dos ingredientes ativos da graviola matam células malignas de 12 diferentes tipos de câncer, incluindo mama, ovário, cólon, próstata, fígado, pulmão, pâncreas e linfomas.
Tudo parece ter começado em 1976.
Naquele ano, o dr. Jerry McLaughlin, na Universidade Purdue, em Lafayette, Estados Unidos, descobriu que as acetogeninas da graviola eram poderosas substâncias anticâncer.
Anos mais tarde, em 1998-2000, novos estudos de McLaughlin mostraram que as acetogeninas são inibidores do complexo I da cadeia de fosforilação oxidativa e, assim, bloqueiam a formação de ATP, energia necessária para a célula cancerosa.
As acetogeninas também inibem a ubiquinol oxidase, uma enzima dependente de NADH, que é especial para a membrana plasmática da célula cancerosa.
Como podemos resumir isso para leigos?
É o seguinte, as acetogeninas da graviola são capazes de eliminar células cancerosas através da inibição dos mecanismos da mitocôndria dessas células, isso é, eliminando a maneira como elas produzem a própria energia.
Quais as principais indicações da graviola?
A graviola pode sim, como mostram os estudos, ajudar na cura de diversos males.
Por exemplo:
1. Para fortalecer um sistema imunológico fraco ou comprometido.
2. Como um complemento para tratamentos de câncer.
3. Metástases e/ ou tumores inoperáveis.
4. Os pacientes que param o tratamento de quimioterapia por causa de efeitos colaterais e radioterapia.
5. Como preventivo de câncer, especialmente quando há história de câncer na família.
6. Para tratar ansiedade, nervosismo.
7. Para eliminar vermes.
8. Para tratar diabetes.
Pelo que indicam as pesquisas, a graviola tem apenas uma contraindicação: mal de Parkinson.
Isso porque um estudo feito em regiões do Caribe constatou que os habitantes dessas localidades que consumiam muita graviola tinham maiores chances de desenvolver mal de Parkinson.
Mas, pelo que sugere o estudo, esse risco só existe quando o consumo é muito grande.
Como consumir a graviola para fins terapêuticos?
Pode-se comer o fruto ou tomar o chá das folhas.
Parece que nas folhas há maior concentração dos princípios ativos que combatem doenças.
E é por isso que agora você vai aprender a fazer o chá das folhas de graviola:
INGREDIENTES
8 folhas secas de graviola
1 litro de água
MODO DE PREPARO
Ferva a água.
Desligue o fogo e coloque as folhas de graviola na água fervida.
Espere 15 minutos.
Coe o chá e já pode consumi-lo.
Tome 3 xícaras por dia.
Por precaução, grávidas não devem tomar este chá.
E mais uma vez ressaltamos: antes de qualquer tratamento, mesmo os naturais, consulte seu médico.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico. Fotografia acima de Rosane Vidinhas. Fonte da matéria:http://www.curapelanatureza.com.br/post/12/2016/ja-lhe-falaram-muito-sobre-graviola-mas-tem-um-segredo-que-voce-ainda-nao-sabe

sábado, 17 de dezembro de 2016

Se você fizer isso em um vaso plástico, em pouco tempo terá centenas de abacates nas mãos!

O abacate é uma fruta super nutritiva.

Rico em gordura saudável, ajuda a perder peso e oferece muitos benefícios ao nosso corpo, graças aos nutrientes essenciais, como:

- Vitamina E
- Fibra
- Vitaminas do complexo B
- Potássio (abacate tem o dobro da quantidade de potássio encontrada em uma banana)
- Magnésio
- Ferro
- Cálcio
- Boro
- Ácido fólico

Além disso, saiba que:

- o abacate contém 11 carotenoides, que nos protegem contra cânceres, doenças cardíacas e degenerações causadas pela idade avançada.

- a parte verde-escura, mais próxima da casca, é a mais benéfica.

- o abacate tem fortes propriedades antifúngicas e antibacterianas que fortalecem o sistema imunológico.

- o abacate nos ajuda a absorver os nutrientes de outras frutas e de legumes.

- ele também melhora a função do cérebro, impede a sobrecarga do fígado, e promove o equilíbrio do peso corporal.

- ele é rico em gorduras saudáveis, o que ajuda a melhorar a saúde cardiovascular.

Você também pode contar com o abacate no combate ao câncer, pois ele é bastante rico em antioxidantes.

E que tal ter um abacateiro dentro de casa e, com isso, em pouco tempo ter à sua disposição centenas de abacate?

Não acredita?

Vamos à nossa explicação:

1. Retire a semente

Remova cuidadosamente a semente de abacate sem cortar ou quebrar.

Lave a semente para eliminar qualquer resíduo da polpa e coloque-a para secar completamente.

2. Prepare a semente

Algumas sementes têm uma forma triangular e alguns como uma esfera.

Mas todas têm de fundo (onde as raízes crescem) e o topo (onde a planta cresce).

É muito importante identificar corretamente o fundo porque esta parte tem que ficar voltada para baixo, para que as raízes se desnvolvam.

3. Deixe a semente de molho na água

Depois espete firmemente alguns palitos na parte inferior da semente (eles devem ficar ligeiramente inclinados; veja vídeo e foto).

Coloque a semente em um copo de água.

A parte inferior fica imersa em água, a superior não (veja o vídeo).

4. Espere a semente germinar

Deixe o caroço germinar por 3-6 semanas.

Durante esse período, surgirá na semente um broto no topo e raízes na base.

Deixe o desenvolvimento continuar

5. Apare o broto

Quando o caule atingir de 15 a 17 centímetros corte ao meio para incentivar o crescimento

7. Por fim, transfira para um vaso de planta.

Faça uma cova no centro e coloque a planta.

As raízes voltadas para baixo e o broto para cima, claro.

Cubra a base, de forma que só o caule fique exposto.

A partir de então, tome os cuidados necessários para o desenvolvimento da planta: água o suficiente e evitar a exposição excessiva ao sol.

Fonte:http://curapelanatureza.com.br/post/06/2016/se-voce-fizer-isso-em-um-vaso-plastico-em-pouco-tempo-tera-centenas-de-abacates-nas

Plantando cebolinhas em caixas de ovos

Sabe aquelas caixas de ovos que você joga fora?
Elas podem virar canteiros de cebolinhas.

Para isso basta fazer um furo no fundo de cada base de ovo, colocar terra e plantar as mudas de cebolinhas. Elas pegam fácil e não precisam de muito espaço para se desenvolverem.

Aproveite suas caixas de ovos e tenha um canteiro de cebolinhas em sua casa ou apartamento.

Pode fazer o mesmo com salsa e coentro.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Normalize suas taxas de colesterol e trigliceríadeos com esse remédio caseiro

Estamos trazendo uma receita bem antiga...

E muito boa!

É um remédio natural que age de duas formas em nosso organismo:

- Limpa as artérias

- Fortalece a imunidade

Se você não sabe, artérias limpinhas são essenciais para o bom funcionamento do corpo e a circulação sanguínea.

Quando ficam obstruídas num nível grave, é necessária uma intervenção cirúrgica para que não haja problemas sérios.

Claro que ninguém quer passar por isso.

Então, quanto mais rápido tratar o problema, melhor.

E, para não chegar a um nível de alto risco, a saída está na natureza.

Há ótimos medicamentos naturais para limpar as artérias.

E uma dessas soluções é este maravilhoso remédio caseiro.

Os ingredientes são naturais, fáceis de encontrar e a receita é muito simples de fazer.

INGREDIENTES
4 limões com casca (de preferência, orgânicos; se não forem, clique AQUI e veja o que fazer)
4 cabeças de alho (atenção! São cabeças de alho, e não dentes)
1 pedaço de gengibre (entre 2 e 3 centímetros)
2 litros de água

MODO DE PREPARO
Lave bem os limões e corte em pedaços.
Descasque os alhos e os coloque no liquidificador, junto com o limão e o gengibre.
Feito isso, leve a mistura para uma panela de inox.
Acrescente a água e coloque para ferver.
Quando estiver ainda no início da fervura, retira a panela do fogo e deixe esfriar.
Beba um copo dessa bebida diariamente, pelo menos 2h antes da refeição ou ainda em jejum.


O tratamento dura três semanas.

Passado esse período, deixe seu organismo descansar por uma semana e depois retome o tratamento.

Não se preocupe com o cheiro do hálito - a combinação do limão com água fervente neutraliza o odor do alho.

Antes de consumir a bebida, mexa bem a garrafa para misturar os ingredientes.

Se for hipertenso, é preciso ter cautela com o gengibre.

Algumas pessoas com pressão alta dizem que sentiram piora dos sintomas depois de consumirem a raiz.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/12/2016/veja-suas-taxas-de-colesterol-e-triglicerideos-normalizarem-em-3-semanas-com-este

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Queijo Vegano

Queijo Vegano: Cultivado em laboratório, ele não usa leite e nenhum derivado animal, apenas genes de proteínas

Vegans ou aqueles que sofrem com problemas de intolerância à lactose podem ser beneficiados por um novo queijo cultivado em laboratório, feito com fermento, manteiga vegetal e água.

Cientistas da Califórnia, nos EUA, descobriram uma maneira de produzirem proteínas usando genes retirados de sequências de DNA de uma vaca. Os especialistas usam esta técnica para criar um substituto do leite.

Este novo leite pode ser usado nas mais diversas aplicações, inclusive para fabricar queijos com características bem semelhantes aos tradicionais encontrados nas gôndolas dos supermercados.

“Nós vivemos em um mundo insustentável. O queijo que comemos hoje é produzido por vacas leiteiras comerciais que, apesar de produzirem leite que irão fabricar deliciosos queijos, têm uma cota de carbono excepcionalmente alta”, disse o representante da empresa Counter Culture Labs.

Segundo a empresa, com a criação de um método alternativo para fabricar queijos, eles estão ajudando o meio ambiente e proporcionando às pessoas o acesso à comida saborosa, saudável e sustentável.

O processo começa quando sequências de DNA são retiradas da vaca e incorporadas em leveduras (um tipo de fungo unicelular) que irão produzir as proteínas específicas para fabricar queijo.

Para criar essas proteínas, os cientistas estudaram os genomas de animais para encontrar as sequências genéticas de proteínas lácteas naturais. A levedura, geneticamente modificada, cria a proteína que, posteriormente, é extraída para a produção.

Embora os genes sejam inspirados pelo sequenciamento genético dos mamíferos, eles foram reproduzidos do zero, não sendo coletados diretamente da vaca para a utilização na bioengenharia, o que torna todo o processo realmente vegano.

“Nós acreditamos que o uso de animais como máquinas de produção de alimentos em larga escala é eticamente e ambientalmente irresponsável”, salientou o representante.

Outras empresas visam o mesmo mercado

A start-up Muufri está planejando produzir leite “livre de vaca”.

A ideia partiu de pesquisadores da University College Cork, na Irlanda, mostrando que o produto desenvolvido não é apenas artificial, sem uso de derivados de animais, mas também livre de lactose e colesterol.

O processo de fabricação está cotado para começar este ano, e o produto final deverá estar pronto até julho de 2015. Em última análise, a equipe espera colocar o produto, com marca própria, nas lojas em no máximo 3 anos.


Fonte:http://www.jornalciencia.com/tecnologia/biotecnologia/4153-queijo-vegano-cultivado-em-laboratorio-ele-nao-usa-leite-e-nenhum-derivado-animal-apenas-genes-de-proteinas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

8 truques caseiros que vão ajudar você a ter certeza que o mel não é falsificado

O mel de abelha contém proteínas e diversos sais minerais e vitaminas essenciais à saúde.
Tem um alto potencial energético e várias propriedades medicinais.
É um ótimo substituto do açúcar em sucos e outras bebidas.
Enfim, é um bom alimento.
Infelizmente, também é um produto muito falsificado.
E colocam de tudo nesse mel adulterado: anilina, iodo, água de rosas, baunilha, xarope de açúcar queimado, melaço de cana e outro produtos sintéticos e químicos, muitos deles prejudiciais à saúde.
O que fazer para não cair no conto do mel falso?
Vamos dar agora oito dicas que ajudarão você a identificar um mel verdadeiro e ficar longe do falso.
Todas são supersimples e você não vai gastar muito de seu tempo ao fazê-las.
Vamos às dicas:
1. Se o mel não cristaliza depois de alguns meses, com certeza é falso.
Este é o mais efetivo teste.
Todo mel puro cristaliza.
E essa cristalização ocorre mais rápido no frio.
Enfim, o mel verdadeiro, com o tempo, cristaliza.
O falso não.
2. O mel falsificado é mais líquido do que o real.
Coloque um palito no mel e, em seguida, retire-o.
O produto será verdadeiro se uma sequência ininterrupta de mel escorrer pelo palito.
Se escorrer e rapidamente parar, o mel certamente será falso.
3. Outro teste com um palito de fósforo:
Pegue um palito e (a parte da pólvora) e mergulhe no mel.
Depois, risque-o na caixa.
Se não acender, com certeza o mel é falso.
Se acender, possivelmente é verdadeiro.

4. Coloque 1 colher (sopa) de mel e três colheres (sopa) de álcool puro em um recipiente.
Aqueça esse recipiente em banho-maria.
Quando estiver aquecido, mexa a mistura.
Mel de verdade vai dissolver enquanto o falso vai deixar uma mancha branca no fundo do copo.
5. Coloque algumas gotas de mel em uma folha de papel.
Se ele não é absorvido pelo papel depois de um tempo, o mel é natural.
Mel falsificado contém uma grande quantidade de água e será absorvido pelo papel imediatamente.
6. Esfregue um pouco de mel nos seus dedos.
Mel de verdade é facilmente absorvido pela pele.
Se ela se mantém pegajosa, isso significa que ele é falso e contém açúcar ou edulcorantes artificiais.
7. Coloque um pouco de mel em um copo com água.

O mel verdeiro vai formar um coágulo e cairá no fundo do copo, enquanto o falso vai se dissolver rapidamente.
8. Ponha um pouco de mel em um pedaço de pão.
Se o pão ficar duro, o mel é completamente natural.
Se só umedecer o pedaço de pão, é falso, por causa da grande quantidade de água na sua composição.
Além dessas dicas, desconfie de mel muito barato.
Existe um custo de produção e um bom mel não pode ter um preço tão baixo.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/11/2016/8-truques-caseiros-que-vao-ajudar-voce-ter-certeza-de-que-o-mel-nao-foi-falsificado

Exemplo a seguir: conheça a cidade onde todo morador tem uma horta

Les Avanchets, Genebra, Suíça. Este é o endereço dos sonhos de qualquer hortelão urbano, de acordo com o fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand. Ele postou em seu site foto da cidade europeia, onde praticamente todas as casas possuem uma horta urbana.

A ideia é que cada morador cultive, no próprio jardim, as frutas e verduras que mais gosta, mas não restrinja a dieta de sua família apenas a elas. Por lá, todos têm a cultura de trocar alimentos orgânicos com os vizinhos, ampliando as possibilidades de alimentação(saudável!) e estimulando a integração social. É ou não é uma boa ideia? 

A prática já existe em Les Avanchets há anos e, segundo Arthus-Bertrand, é herança da Primeira Guerra Mundial. Após o fim dos conflitos, no século 20, o governo da Suíça, entre outros países da Europa, deu aos trabalhadores alguns loteamentos de terra, para que tivessem a oportunidade de reconstruir suas vidas, e assim teve início a cultura da agricultura urbana no país.

Séculos depois, a Suíça já soma mais de 50 mil hectares de hortas urbanas em seu território e tem o conceito de jardinagem comunitária cada vez mais forte entre seus moradores. Que tal também lançar a moda na sua rua? De pouquinho em pouquinho, você pode ajudar a criar mais uma cidade como Les Avanchets – dessa vez, no Brasil.

Foto: Yann Arthus-Bertrand/Divulgação
http://www.thegreenestpost.com/conheca-a-cidade-onde-todo-morador-tem-uma-horta/

8 alimentos que ajudarão você a combater a insônia

Dormir, além de ser uma atividade extremamente prazerosa, é essencial para o bom funcionamento do organismo, afinal, o corpo inteiro precisa descansar alguma hora. Entretanto, algumas pessoas realmente possuem verdadeiros problemas em conseguir exercê-la de forma satisfatória.
Já mostramos algumas técnicas que podem ajudar na hora de dormir, e agora vamos ajudar ainda mais com essa dica de 8 alimentos que ajudam a combater a insônia. Então, não durma agora e confira a lista. 


1. Ovos
Gente, ovos fazem bem a saúde, então esqueça essa polêmica de que ovo só engorda – é só comer moderadamente. Nos ovos encontramos um aminoácido chamado triptofano, que só existe em alguns poucos alimentos. Faça uma salada de vegetais cozidos, juntamente com ovo cozido e coma algumas horas antes de dormir.
Importante: nunca coma logo antes de dormir. Tente ficar as duas horas antes de deitar sem ingerir alimentos sólidos.

2. Uvas
As uvas são ricas em melatonina, hormônio que ajuda na regulação do ciclo do sono. Por isso, durante o dia ou após o jantar, seria interessante que se ingerisse um punhado médio de uvas para ajudar a suprir o organismo com essa substância.

3. Chá de ervas
Beba sempre chá de ervas. O chá de camomila, por exemplo, é muito utilizado por herbalistas para o tratamento da insônia e do nervosismo. Mas atenção: o chá preto e o verde contêm cafeína, devendo ser evitados; da mesma forma, deve ser evitado o chá mate, por ser um conhecido estimulante.
Tente beber uma xícara de chá de camomila ou menta logo antes de dormir.

4. Cerejas
Cerejas são conhecidas por invocarem a sonolência. Da mesma forma que a uva, as cerejas possuem melatonina, ajudando a regular o ciclo do sono. Coma porções de cereja fresca durante o dia ou beba seu suco.

5. Iogurte
Assim como os demais produtos lácteos, o iogurte é rico em cálcio, mineral que ajuda o corpo a produzir naturalmente o triptofano e a melatonina, possuindo um efeito de indução do sono. Coma uma porção do alimento à noite para perceber seus resultados.

6. Nozes
As nozes são responsáveis pelo aumento de serotonina, o chamado “hormônio da felicidade”, pois ele provoca um bem estar temporário nos nossos corpos. As nozes também possuem triptofano e magnésio. Então coma nozes e sementes durante o dia ou um punhado pequeno à noite. Ah, e quando falamos em nozes, estamos falando no sentido amplo, ou seja, das castanhas, pistache, amêndoas, pinhão, amendoim, dentre outras.

7. Banana
As bananas são ricas em potássio, mineral importante para determinar a profundidade do seu sono; além disso, possuem triptofano e magnésio, que também proporcionam um efeito sedativo. Por isso, coma mais bananas.

8. Mel
Duas colheres de mel com leite quente ou chá de ervas uma hora antes de dormir, além de delicioso, ajuda a relaxar e a preparar o corpo para o sono. O mel possui a capacidade de diminuir o estado de alerta do organismo e a acalmar.

Fonte: Wmnlife

Exemplo a seguir. Invenção que está ajudando milhares de familias na África do Sul.

A ideia é bastante simples e até faz você se perguntar: por que não fizeram isso antes? E é exatamente por ser simples que ela é revolucionária.
Os engenheiros sul-africanos Pettie Petzer e Johan Jonker bolaram um jeito simples e prático para facilitar a tarefa nada simples de transportar água enfrentada por milhares de pessoas (principalmente as mulheres e as crianças) no seu país.
Essa dupla de engenheiros criou o Hippo Water Roller, um tipo de barril que rola sobre o chão conectado a um eixo. A invenção permite substituir os baldes no transporte da água.
O projeto existe desde 1994 e já se expandiu e provocou impacto social em outros 20 países. Muito mais fácil de carregar, o Hippo Water Roller consegue armazenar 90 litros de água: volume praticamente impossível de ser transportado em um balde na cabeça. Ainda existem versões equipadas com um filtro que torna a água apropriada para o consumo.
Segundo os idealizadores do projeto, até setembro de 2015, aproximadamente 46 mil barris foram distribuídos, beneficiando até 300 mil pessoas, considerando uma média de 7 pessoas por família.
Fonte: http://razoesparaacreditar.com/design/invencao-que-esta-ajudando-milhares-de-familias-transportarem-agua-na-africa-do-sul/#sthash.c60rtEB7.dpuf
Fotos: Divulgação

domingo, 11 de dezembro de 2016

23 fórmulas simples de controlar o cérebro e acalmar a mente!

Já aconteceu de você sentir que não é mais capaz de chorar, como se os seus sentimentos estivessem frios e bloqueados?

Eles podem estar mesmo!

A boa notícia é que este post lhe será muito útil se você quiser desbloquear todas as travas do cérebro.

Vamos explicar melhor.

Nós temos basicamente três blocos: emocional, cognitivo e cultural.

Se você estiver com bloqueio emocional, com certeza terá dificuldades para sentir raiva, decepção, comoção...

No entanto, se seu problema for o bloqueio cognitivo, que é o mais comum, você vai implorar por criatividade, inspiração, raciocínio rápido e não terá êxito.

Imagine o drama disso para quem é estudante ou trabalha muito com a mente.

Por outro lado, se o bloqueio for cultural, é certo que você rejeitará o lugar em que vive, seja pela sujeira, insegurança, falta de amigos ou qualquer outro motivo.

Acontece também da rejeição ser por culturas diferentes, o que pode ser bem perigoso, não é?

Perceba que todos eles são condições muito sérias e devem ser tratadas o mais rápido possível.

Quando desbloqueando o cérebro, garantimos seu bom funcionamento e aumentamos nossa produtividade.

Veja as dicas de trouxemos para estimular sua criatividade, inspiração, boa memória e tantos outros processos cognitivos.

São 23 truques recomendados pela psicóloga e arteterapeuta russa Victoria Nazarevich para organizar o cérebro e promover suas habilidades.

Combater a raiva: desenhe linhas, muitas linhas

Acabar com preocupação : aprenda a fazer origamis

Combater o cansaço: desenhe flores

Esquecer a decepção: tente fazer uma cópia de uma pintura famosa, reconhecida

Conseguir se concentrar: desenhe um alvo (como o de um jogo de tiro ao alvo)

Ser capaz de se conhecer: pinte um autorretrato

Esquecer problemas e angústias: crie uma boneca de pano - será divertido!

Acabar com o desespero: desenhe linhas como se fosse um caminho

Acabar com o tédio: preencha uma folha de papel com cores diferentes

Recordar alguma coisa esquecida: crie labirintos em uma folha de papel

Combater a tristeza: pinte um arco-íris

Esquecer a dor física: faça uma escultura - pode ser com massa de modelar, argila...

Renovar as energias: pinte paisagens

Melhorar a concentração: trabalhe com pontilhismo, enchendo uma folha de papel com desenhos pontilhados

Acabar com o medo: costure ou faça bordados

Colocar os pensamentos em ordem: desenha quadrados e círculos

Acabar com a raiva: picote uma folha de papel com as mãos

Eliminar tensão: faça desenhos com diferentes padrões

Assimilar algo que você está com dificuldade para entender: pinte mandalas

Sentir emoções: pinte muitos pontos coloridos

Entender seus desejos: faça uma colagem

Criar soluções: desenhe ondas e círculos

Acabar com a sensação de aprisionamento: desenhe espirais

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://www.curapelanatureza.com.br/post/11/2016/23-formas-simples-de-controlar-o-cerebro-e-acalmar-mente

Com estas folhas, você controla diabetes e faz um poderoso tratamento para varizes!

O abacate é um alimento completo.

Tudo dele se aproveita: fruta, caroço, folhas....

Às pessoas com diabetes é aconselhável um tratamento à base do abacate durante 15 dias: coma em jejum metade de um abacate amassado.

Após as refeições, tome um chá de folhas secas de abacateiro (sem açúcar).

A folha do abacateiro também serve para a limpeza do fígado.

Se o fígado não vai bem por estar saturado de gordura e tóxicos, faça um chá das folhas secas do abacateiro e tome-o em goles, de hora em hora, durante todo o dia, repetindo por 15 dias.

Em dores de cabeça, aplique folhas quentes do abacateiro na cabeça, em compressa.

No caso do chá, use sempre folhas secas, pois as verdes provocam palpitações cardíacas.

O gargarejo com o chá das folhas (secas) do abacateiro é ótimo para tratar amidalite.

Com o caroço, faz-se um excelente medicamento contra reumatismo: ponha em um frasco de vidro, 2 caroços de abacate ralados, 2 dentes de alho e cubra com álcool etílico.

Deixe descansar por 48 horas.

Coe e guarde o líquido.

Passe nas juntas e nas regiões onde houver dor.

Mastigar folhas novas de abacateiro é excelente para combater aftas.

O chá de folhas de abacate é ainda excelente tratamento para cálculos nos rins e na vesícula.

Durante a tensão pré-menstrual, este chá é um ótimo aliado, diminuindo as dores das cólicas e reduzindo as alterações de humor.

É também um bom tratamento para dor de garganta e rouquidão.

E com as folhas ainda se faz um ótimo tratamento para varizes (ver abaixo)

E como se faz o chá?

É bem simples:

INGREDIENTES
1 litro de água
2 colheres (sopa) da folha seca e picada

MODO DE PREPARO
Coloque a água para ferver.
Quando começarem a surgir as bolhinhas, adicione as folhas, feche a panela e espere esfriar.
Tome três xícaras por dia durante 30 dias.


TRATAMENTO PARA VARIZES COM FOLHAS DE ABACATE

INGREDIENTES
12 folhas de abacate frescas
Álcool comum (o ideal é o de 90°)
3 pedras de cânfora

MODO DE PREPARO
Em um recipiente de plástico, pique 12 folhas de abacate e acrescente álcool até que todas as folhas estejam submersas.
Coloque três pedras de cânfora e leve o recipiente para um local onde a luz não chegue.
Deixe a mistura descansar nesse local por uma semana.
Passado esse prazo, faça o tratamento: aplique diariamente em movimentos suaves em cimas de todas as suas varizes.


Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

http://curapelanatureza.com.br/post/08/2016/com-estas-folhas-voce-controla-diabetes-e-faz-um-poderoso-tratamento-para-varizes

sábado, 10 de dezembro de 2016

A PARTIR DE HOJE, DEPOIS DESTA INFORMAÇÃO, VOCÊ NUNCA MAIS VAI JOGAR A CASCA DE LARANJA FORA!

Você faz o suco de laranja e joga a casca fora? A partir de hoje, você não fará mais isso.

A casca de laranja é rica em propriedades medicinais.
Por isso você não deve desperdiçar todo esse potencial dela.Com ela, por exemplo, você pode fazer um chá poderosíssimo, especialmente para quem tem enxaqueca e/ou colesterol alto.

E o chá pode ser enriquecido com cravo-da-índia, que é anti-inflamatório e antioxidante (previne o envelhecimento das células).

Além de tratar enxaqueca e diminuir colesterol, o chá de casca de laranja com cravo-da-índia tem vários outros benefícios.

Por exemplo, ele trata:
- Artrite
- Gota
- Excesso de ácido úrico
- Problemas de intestino preso
- Hipertensão (pressão alta)
- Febre
- Fraqueza
- Cálculos renais
- Úlceras, obesidade

Além de tudo isso, ele é digestivo e anti-inflamatório.

O chá é muito fácil de fazer:

Pegue uma laranja, de preferência orgânica, e lave muito bem a casca.

Descasque-a e ponhe a casca para secar num ambiente livre de umidade por 24-48 horas.

Quando a casca estiver secar, ferva essa casca com 10 cravos-da-índia em um litro de água por cinco minutos e tome durante o dia.

Com a casca de laranja, você pode fazer também um incrível desinfetante ecológico.

Além de limpar e desinfetar, ele deixa a casa com um cheirinho muuuiiiiitoooo gostoso!

E, por isso, também pode ser usado como spray purificador de ar.

E ainda é muito eficiente na limpeza de manchas no piso, inclusive de ferrugem.

E não sabe as sujeirinhas do nosso animal de estimação?

É perfeita a limpeza com este desinfetante.

A casca de laranja tem forte atividade bactericida e fungicida.

E como é produzido este desinfetante?

É muitíssimo fácil.

Veja:

Encha um pote de vidro (como este da foto) com casca de laranja.

Acrescente vinagre até cobrir toda a casca.

Feche e deixe o vidro em lugar escuro por três semanas.

Passado esse tempo, coe e transfira para outra embalagem (uma mais apropriada para produto de limpeza).

Depois é só usar seu desinfetante.

E todos vão gostar.

Principalmente o meio ambiente!

A casca de laranja tem muitas outras utilidades.

Conheça mais três:

1. Peeling corporal

Se você quiser que sua pele fique macia e firme, tudo que precisa fazer é colocar casca de laranja em um gaze e usá-la como uma esponja durante o banho.

Este é o peeling corporal mais simples que existe.

2. Inseticida

Coloque casca de laranja nos lugares onde você há insetos.

Eles não gostam do cheiro da casca de laranja.

3. Elimina chulé

Coloque casca de laranja dentro do sapato.

A casca vai absorver completamente o mau cheiro.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/11/2016/partir-de-hoje-depois-desta-informacao-voce-nunca-mais-vai-jogar-casca-de-laranja-fora

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Brócolis: o tratamento natural para H. Pylori

Se quiser saber como fazer baixar os níveis da Helicobacter pylori no organismo, nós temos uma solução caseira e natural, feita de um vegetal proveitoso – os brócolis! Aprenda a receita, seguidamente!
Calcula-se que mais de metade das pessoas de todo o mundo possuam a Helicobacter pylori e, muitos nem o sabem! Esta bactéria consegue habitar um dos lugares mais ácidos (ph menor de 4) do nosso corpo – o estômago. A maioria dos seres vivos não conseguiria resistir em semelhante ambiente. O fato de esse órgão possuir esse nível de acidez permite que o nosso corpo crie defesas contra as bactérias que entram através dos alimentos.

Como sobrevive a H. Pylori?
A H. pylori conseguiu encontrar alguns meios de sobreviver no estômago, usando elementos que bloqueiam os ácidos, criando um gênero de bolha protetora em seu torno. Assim, ela movimenta-se no interior desse órgão até achar um lugar para prender-se. Mais, ela é capaz de contornar obstáculos, como por exemplo, o muco para proteção própria do estômago. Ao fazê-lo, ela vai conseguir grudar na mucosa que fica na camada inferior do muco, onde a acidez é menor. Isto quer dizer que não só cria elementos anti-acidez, como alcança áreas do estômago mais acolhedoras.

Sintomas da condição
Na verdade, quem padece desta contaminação, nem sempre sente sintomas. Quem se lamenta é por causa de úlceras pépticas, geradas pela bactéria ou existência de gastrite. Logo, sintomas como os seguintes são frequentes:
barriga inchada;
anemia;
intolerância alimentar;
vômitos ou náuseas;
fezes de cor escura;
dor ou sensação de ardor na área baixa abdominal;
sentir-se saciado mesmo comendo pouco;

A solução existe!
Você vai gostar de saber que o tratamento deste problema pode ter uma solução natural, vinda do Japão. Recentemente, saiu um artigo sobre uma investigação nipônica na publicação Cancer Prevention Research. Concluiu-se que os brócolis são um alimento natural muito apropriado para esta condição. Foi primeiramente testado o poder dos brócolis em ratos e depois, em pessoas.

Com efeito, este vegetal é formado por sulforafano, que tem efeitos antibióticos e atua sobre a H. pylori. Para atestar isto, os investigadores sondaram os doentes, realizando análises para fazerem a medição da existência da bactéria. Basicamente, puseram em prática testes de ureia, no sistema respiratório, e mediram valores de imunidade e de inflamação, através das fezes e do sangue. Quem participou nesta investigação teve direito a comer 100 gramas de brotos de brócolos todos os dias, em 8 semanas de pesquisa. Após o período de teste terminar, foi notada uma baixa na presença da bactéria que pode ser confirmada pelos exames.

Aprenda a utilizar brócolis para deter a H. pylori

Você deve alimentar-se todos os dias com esta verdura e reforçar esse consumo com a tomada de um medicamento natural. Veja aqui a receita detalhada!

Ingredientes:
brócolis fresco médio: 1 unidade;
sal do Himalaia: 1 pitada;
água fervida (em panela de aço inox ou vidro): 1500 ml;

Modo de preparo:
1. Comece por passar bem por água os brócolis.
2. Entretanto, pode ferver a água.
3. Assim que amornar, junte no liquidificador a totalidade dos ingredientes.
4. Beba um copo, de seguida, e o restante líquido tome ao longo do dia.
5. Realize este tratamento durante um mês.
6. No decorrer deste tratamento, mantenha longe carnes defumadas/embutidas, açúcar, álcool e alimentos refinados.

Compartilhe essa dica!

Fonte:http://www.dicasonline.tv/brocolis-tratamento-h-pylori/?utm_medium=social&utm_campaign=postplanner&utm_source=facebook.com

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Cerveja de Gengibre com e sem álcool. Veja a receita:

O gengibre é um ingrediente muito especial.

Se você consumir o gengibre diariamente, pode ter certeza de que vai estar construindo uma proteção natural contra o câncer.

Afinal, várias pesquisas exaltam a atividade anticâncer do gengibre.

Além disso, o gengibre é um analgésico natural, capaz de aliviar dores.

E qualquer enjoo pode ser combatido com um pouco de gengibre.

O gengibre ainda ajuda a limpar os seios paranasais, ajudando a aliviar os casos de rinite e sinusite.

Ele também é ótimo para combater gripes e resfriados.

Se você está tentando entrar em forma, saiba que esta raiz pode ajudar, pois ela ajuda a acelerar o metabolismo e faz com que o corpo absorva melhor os nutrientes.

Enfim, são muitos os benefícios do gengibre.

É por isso que, sem dúvida, a cerveja de gengibre é a mais medicinal de todas as cervejas - se não for a única...

Mas e o álcool?

Com moderação, existem algumas poucas bebidas com esse ingrediente - como o vinho - que podem fazer bem.

Mas é com moderação, certo?

Este também é o caso da cerveja de gengibre.

Feita em casa, com ingredientes naturais, e tendo o gengibre como base, esta cerveja é rica em propriedades medicinais.

Ela é também um excelente remédio natural para baixar o colesterol.

Ajuda na digestão, além de ser um relaxante muscular natural e, por isso, pode ajudar a aliviar dores na coluna.

Ela também ajuda a aliviar dores, podendo ajudar as pessoas com sintomas de artrite, reumatismo.

Mas se você não pode consumir álcool de nenhuma maneira, não desanime.

Também vamos ensinar uma versão de cerveja de gengibre sem álcool.

RECEITA DE CERVEJA DE GENGIBRE (COM ÁLCOOL)

INGREDIENTES

Gengibre ralado a gosto
Água
1 xícara de açúcar mascavo
1/8 de colher (sopa) de levedura de cerveja em pó
Suco de limão

MODO DE PREPARO
Rale um pedaço gengibre e coloque na panela.
Qual quantidade de gengibre?
Isso é uma escolha pessoal.
Mas fique sabendo: quanto mais gengibre, mais forte será gosto.
Adicione uma xícara de açúcar e meia xícara de água e mexa sem parar.
Quando o açúcar desaparecer e a mistura ficar um pouco espessa, desligue o fogo e deixe descansar por duas horas.
Coe e reserve o xarope.
Está finalizada a primeira etapa da receita.


Vamos para a próxima.

Adicione 1/8 de colher (sopa) de levedura de cerveja em uma garrafa com a ajuda de um funil.

Adicione o xarope de gengibre, 1/4 de xícara de suco de limão e mais ou menos 8 xícaras de água.

Você tem que deixar um espaço vazio na garrafa, para que o gás produzido durante a fermentação possa ficar armazenado.

Tampe a garrafa e agite até ter certeza de que a levedura de cerveja se dissolveu na água.

Coloque em um local escuro e aguarde alguns dias.

Durante a fermentação, serão produzidos gases.

Por isso é preciso abrir a garrafa todos os dias para liberar o gás.

Se não fizer isso, o gás vai fazer uma forte presão na garrafa, e ela pode explodir.

Espere sete dias para finalizar o processo de fermentação.

E então, a sua cerveja estará pronta - você já pode apreciá-la!

CERVEJA DE GENGIBRE (SEM ÁLCOOL)

INGREDIENTES

200g de gengibre descascado e finamente picado
450 ml de água mineral ou filtrada
225 de açúcar mascavo
115 ml de água com gás (de preferência, de uma marca gaseificada de forma natural, como Caxambu e São Lourenço)
1 colher (sopa) de mel puro
Algumas gotas de suco de limão
Fatias de limão (opcional)

MODO DE PREPARO
Coloque para ferver os 450mL de água.
Assim que ferver, adicione o gengibre.
Reduza o fogo e deixe fervendo por mais cinco minutos.
Após esses cinco minutos, desligue o fogo e deixe esfriar naturalmente.
Depois de 20 minutos, coe a água, separando os pedaços de gengibre.
Em outro recipiente, prepare a calda: dissolva o açúcar em 1 copo da água onde o gengibre foi fervido.
Misture metade de 1 copo do chá de gengibre com 1/3 de xícara do xarope e a água com gás.
Adicione 1 colher (sopa) de mel puro e as gotas finais de suco de limão a gosto.

Se quiser colocar fatias de limão, coloque a quantidade equivalente à metade de uma fruta (mas as fatias devem ser bem fininhas).

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:www.tudopelanatureza.com.br

Conheça o Araçá

 
 Fazendo parte da mesma família da jabuticaba e da goiaba (família Mirtacea), o araçá é uma fruta que possui espécies variadas. O nome araçá vem do tupi e significa “planta que tem olhos”, em alusão às suas sépalas, que dão a aparência de um olho no fruto. É uma planta arbustiva, cujo fruto tem o sabor bem parecido com o da goiaba, embora seja um pouco mais ácido e com perfume mais marcante. Existem diversas espécies de araçá, sendo as mais comuns o araçá-vermelho, o araçá-de-cora, o araçá-de-praia, o araçá-do-campo, o araçá-do-mato, o araçá-pera, o araçá-rosa e o araçá-piranga.
O araçá é uma fruta pequena, arredondada, com sementes, e a cor de sua polpa varia de acordo com a espécie.
O araçá tem sua madeira utilizada na construção civil, cabos de ferramentas, lenha e carvão. Seus frutos são de cor vermelha, atraem a fauna e podem ser consumidos in natura ou na forma de doces, geleias ou sucos. Pode ser encontrado desde a Bahia até o Rio Grande do Sul e possui grandes quantidades de vitamina A, B e C, além de proteínas e carboidratos. O óleo retirado de suas folhas é empregado como antidiarreico e antibiótico, por apresentar forte atividade contra bactérias. Suas raízes são utilizadas como diuréticas e antidiarreicas.
O araçá pode ser utilizado também para a recuperação de áreas degradadas, pois tem crescimento rápido e atrai a fauna. Sua frutificação ocorre na primavera e no verão.

Fonte da matéria:http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/araca.htm

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

ESTRIAS, OLHEIRAS, REDUÇÃO DE POROS, QUEDA DE CABELO... - 8 INCRÍVEIS TRATAMENTOS DE BELEZA COM ABACATE!

O abacate é uma fruta muito medicinal e faz maravilhas pela saúde de forma geral.

Ele é rico nas vitaminas A, E e K; em minerais como ferro, cobre, magnésio e manganês; em fibras dietéticas solúveis e insolúveis; em ácido graxos monoinsaturados; e em ômega 6 e ácido linoleico.

Essa composição muito especial torna o abacate um poderoso ingrediente para diversos tratamentos caseiros de beleza.

Oito desses tratamentos você vai aprender agora:

1. Máscara facial

Misture a polpa de meio abacate com um pote de iogurte natural até que se forme uma pasta.

Lave bem o rosto com um sabonete neutro, deixe secar naturalmente e aplique a pasta.

Deixe agir por cerca de 20 minutos.

Depois, enxágue com água corrente.

2. Hidratante para o corpo

Amasse bem a polpa do abacate até que adquira uma consistência de creme.

Espalhe o creme na região dos braços, cotovelos, joelhos e pernas e deixe agir por 10 minutos.

Em seguida, lave com bastante água.

3. Creme antiolheiras

Amasse meio abacate com três colheres (sopa) de aveia até que se forme uma pasta.

Lave o rosto com um sabonete neutro e aplique a pasta ao redor dos olhos.

Deixe agir por cerca de 30 minutos e depois lave com água corrente.

4. Creme para estrias

Bata no liquidificador meio abacate, uma folha de babosa e uma colher (sopa) de óleo de amêndoas até que se forme uma pasta homogênea.

Aplique a mistura nas regiões afetadas pelas estrias e massageia suavemente.

Deixe agir por 20 minutos e enxágue com água corrente.

5. Máscara para reduzir os poros

Misture meio abacate com uma colher (sopa) de mel.

Aplique no rosto inteiro e deixe agir por 30 minutos.

Em seguida, enxágue com água morna.

6. Creme para rugas

Amasse a polpa de meio abacate com soro fisiológico até que se forme uma pasta.

Aplique no rosto e deixe agir por 20 minutos.

Em seguida, lave bem com água.

7. Hidratante para o cabelo


Amasse um ou dois abacates (vai depender do comprimento do seu cabelo) com um pouco de água até que se forme uma pasta.

Aplique a massa nos cabelos úmidos e penteie toda a extensão.

Deixe agir por 15 minutos e lave bem com água fria.

8. Máscara capilar antiqueda

Bata no liquidificador meio abacate maduro com duas colheres (sopa) de mel, até que vire um creme homogêneo.

Passe a máscara de abacate nos cabelos úmidos.

Espere meia hora e enxágue bem para retirar todo o creme.

Faça isso no máximo três vezes por semana.

As outras receitas podem ser feitas diariamente.

Este é um site de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2016/estrias-olheiras-reducao-de-poros-queda-de-cabelo-8-incriveis-tratamentos-de-beleza-com

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores